Artigos

Vale a pena ficar na zona de conforto?

Publicados

em

image_pdfimage_print

Normalmente, estamos acostumados com a nossa rotina de vida, de trabalho, de lazer e outras demandas da nossa vida. Quem sabe esse costume surgiu de um padrão mental inculcado pelos nossos pais e isso nos faz sentir bem e seguir o mesmo rumo de vida.

Ter rotinas preestabelecidas é algo muito positivo. Contudo, essas atividades devem fazer você crescer. Seguir tarefas pré-definidas, as quais nos deixam no mesmo lugar, sem um mínimo de crescimento e desenvolvimento, isto é, estacionando na zona de conforto, vejo que não é salutar para a vida de um ser humano de sucesso.

Para sair da zona de conforto, é necessário pensar “fora da casinha”, em outras palavras, é pensar com uma mentalidade imparcial, neutra, aberta a novas propostas e ideias, para que assim haja desconforto na nossa mente fazendo com que abandonemos a zona de conforto.

Ir contra a zona de conforto, é abandonar hábitos que fazem parte da nossa vida por anos, é provocar conflitos em nossa mente, é atravessar obstáculos que não estamos acostumados, é romper os paradigmas e modelos mentais estipulados, enfim, é gerar um desconforto temporário para que haja um conforto permanente.

Ao começar a escrever artigos e publicar livros, foi necessário quebrar a minha zona de conforto e mentalidade, a qual pensava que não havia necessidade, uma vez que bastava apenas continuar sendo um palestrante, professor etc. É óbvio que essa mudança não foi fácil, porém, com dedicação, disciplina, foco e estudo, o resultado veio em tempo, que jamais imaginaria. A vida passou a ser vista não apenas com mensagens faladas, mas também com mensagens escritas, e os impactos disso são prazerosos e incalculáveis.

Sair da zona de conforto lhe proporciona uma vida diferente, e um mundo novo, o qual você jamais pensaria que existisse.

Muitos seres humanos não desejam sair da zona de conforto por medo, cultura, complexidade, ansiedade, pois pensam que não dará certo se tomarem essa atitude, como por exemplo, abandonar o trabalho para seguir firme nos estudos, com vistas a alcançar aprovação em um concurso público.

Por que pensamos assim? Muitas vezes porque a nossa mente está alocada e concentrada naquilo que é negativo e, não nas oportunidades e possibilidades que temos de construir. É legal sempre buscar por algo melhor todos os dias!

A mudança deve correr de forma silenciosa, natural e sem “forçar barras”, pois quanto mais nos conhecemos, mais nos autoavaliamos, teremos mais capacidade de autoconhecimento, que é salutar para este processo contínuo de mudanças.

A mudança é continua e de forma crescente, com base nas suas percepções e racionalidade. Se mudamos e saímos da zona de conforto, tudo ao redor se modifica, inclusive os seus resultados, como disse Albert Einstein: “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”.

A saída da zona de conforto pode ser algo simples também, como: mudar o corte de cabeça, traçar novas rotas para ir ao trabalho, mudar de casa ou cidade, estilo de roupas, enfim. Uma boa dica é começar pelas mudanças e saída de zona de conforto mais simples, como as citadas. Há também mudanças relevantes, como abandonar o trabalho para começar algo novo.

Antes de partir para a jornada de mudanças, reflita conscientemente sobre os pontos positivos e negativos da sua saída da zona de conforto e, as ameaças e oportunidades com a tomada dessa decisão. Após, se permita arriscar!

A zona de conforto que enxergamos hoje nos dá uma visão míope daquilo que realmente pode ocorrer em nossas vidas. Saia da zona de conforto e traga bons frutos para sua vida.

Se quisermos algo diferente e resultados diferentes, é preciso modificar a forma de fazer, para que assim a visão ampla e panorâmica possam estar presentes em nossa vida.

A omissão pode custar caro!

Francisney Liberato Batista Siqueira

Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador.

Autor dos Livros: Mude sua vida em 50 dias, Como falar em público com eficiência? e A arte de ser feliz.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Artigos

Seu Francisco

Publicados

em

image_pdfimage_print

A chamada em questão tem como vertente; casa de espetáculos casa de eventos ou casa de shows; que são denominações dadas a qualquer local utilizado para a realização de apresentações musicais, espetáculos, boates e congêneres.

Falar das noites cuiabanas e da intensa  vida noturna na capital seria chover no molhado, uma vez que, além de sermos um povo extremamente acolhedor, gostamos muito da vida noturna, independentemente de: idade, classe social, poder aquisitivo e por aí vai.

Os estilos musicais: samba, sertanejo, rock, funk, correspondem ao que conhecemos popularmente como tipos musicais.  As nuances em relação a ritmos, melodias, harmonias, formas de tocar, entre tantas outras variáveis, impossibilitam uma diferenciação mais clara.
Assim sendo, a distinção de estilos entre diferentes artistas acaba por ser mais uma questão de percepção do que algo efetivamente preestabelecido.

Semana passada, fui pego de surpresa ao ser convidado a visitar uma das Casas de Shows, mais populares da capital, denominada ‘Seu Francisco’, situada na Orla do Porto, a convite dos sócios: Luiz Fernando Souza Almeida, Anderson Siqueira (Biro) e o Rodrigo Falheiros.

O senhor Luiz Fernando um dos sócios, contou-me como surgiu o nome da casa de show ‘Seu Francisco’.

“O nome ‘Seu Francisco’, surgiu a partir do nome de um vendedor de jogos de loteria chamado Francisco, o mesmo, sempre procurava o meu sócio Rodrigo Falheiros, para vender bilhete de loteria e insistia muito para que o mesmo comprasse; assim sendo resolveram colocar o nome Seu Francisco”.

A casa de Show oferece um espaço físico excepcional, o atendimento é algo incomparável, desde os recepcionistas, até o atendimento impecável das garçonetes e dos garçons, que nos atenderam com cordialidade e atenção.

Na ocasião, fomos atendidos carinhosamente pela, Priscila Silva Ferreira, que além de nos atender muitissimamente bem, vinha sempre à nossa mesa, com um  largo sorriso no rosto.

Eu tive a curiosidade de entrar no Instagram dessa conceituada casa de Shows; e vi os comentários positivos com relação principalmente ao atendimento das mulheres, sem falar, na rotatividade de bandas que se apresentam, de quinta a domingo.

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA