ATÉ ZUNIL

Sargento é encontrado morto pela esposa

Published

on

Faleceu nesta quarta-feira (1º) no Pronto-Socorro do Hospital Regional Albert Sabin., o sargento do Corpo de Bombeiros de Alta Floresta, Helden, 38 anos.

O militar foi encontrado pela esposa já em estado grave. Foi chamado o Corpo de Bombeiros e os socorristas ainda encontraram Helden com os sinais vitais, realizaram os procedimentos de primeiros socorros e o encaminharam para unidade de saúde, no entanto, o sargento não resistiu.

A suspeita é que o militar tenha tirado a própria vida.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia. Um laudo técnico deve ficar pronto nos próximos dias e apontará a causa clínica da morte

Centro de Valorização a Vida

CVV (Centro de Valorização da Vida) tem realizado em Cuiabá, todas as quintas-feiras, reuniões com sobreviventes ao suicídio e seus familiares. Assim como parentes de pessoas que se mataram.

Também passaram a serem gratuitas as ligações feitas ao número 188, canal de atendimento 24 horas.

Mais de um milhão de atendimentos anuais são realizados por 2.000 voluntários pelo telefone 188, pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype e e-mail.

Leia Também:  PTB almeja ao menos um federal

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

ATÉ ZUNIL

Descoberto o “verdadeiro” motivo da crise que bagunçou o partido que apóia Lula

Published

on

Corre a “boca pequena”, que um candidato descontente, integrante da já famosa lista dos 10 candidatos que formalizaram desistências de suas candidaturas em recente reunião, junto ao Partido Progressista (PP), e que, por motivos óbvios não quis se identificar, já entregou tudo o que está acontecendo no centro de comando da legenda nas executivas municipal e estadual.

Esse candidato descontente mandou a “real” e contou tudo o que aconteceu no PP nesses últimos dias. Esse ex-candidato rebelado afirmou que: “a direção do Partido Progressista fechou com o candidato do PT, Luiz Inácio “Lula” da Silva e, nós, integrantes da lista que desistiu dessas eleições, a qual também faço parte, não aceitamos nos unirmos ao Partido dos Trabalhadores. A pretensão inicial de nosso grupo e, isso, deixamos bem claro desde o começo das articulações, com foco nessas eleições, seria o de apoiarmos totalmente a candidatura à reeleição do presidente Bolsonaro. E até aquele momento, tudo caminhava para acontecer o que nós queríamos ”.

O ex-candidato se sentiu traído, porque desde o início ele e os demais desistentes da disputa a deputado estadual pelo Partido Progressista (PP), marcaram total preferência pela reeleição do presidente Bolsonaro. “Agora, nesses últimos dias, veio essa decisão exdrúxula e absurda em que nem fomos ouvidos, e eles (direção do partido), resolveram dar uma guinada, dando uma rasteira no presidente Bolsonaro, decidindo pela opção  em apoiar o PT nas eleições para presidente. Não sou de fugir de nenhum desafio, sou um combatente do bom combate, mas, dessa forma que conduziram as coisas, de goela abaixo, eu não concordo e jamais vou aceitar atitudes como essa”.

Leia Também:  Antônio Galvan está isolado

O ex-candidato disse que saiu da disputa de cabeça erguida e que já se considera mais amadurecido para as próximas disputas, e que vai fazer de tudo pra não cair em golpes, conforme esse em que foi vítima, juntamente com mais nove companheiros de partido, nesses últimos dias.

Neri Geller vai à disputa ao senado com o MDB, PT, PV, PCdoB e ainda busca os dois suplentes e, já se tem notícias que uma das vagas já está reservada ao Partido dos Trabalhadores.

Jornalista Benedito Albuquerque

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA