.

Cidades

Projeto começa mapear e identificar nascentes em Rondonópolis

Publicados

em

image_pdfimage_print

A equipe do Projeto Água para o Futuro, desenvolvido pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e parceiros, identificou 2.984 prováveis nascentes no município de Rondonópolis, distante 217 Km de Cuiabá. A primeira delas foi confirmada nesta quinta-feira (25), no dia seguinte à implantação do projeto no município. A iniciativa busca garantir a proteção e preservação das nascentes.

O prefeito da cidade, José Carlos do Pátio, reafirmou o compromisso de fortalecer ainda mais as políticas públicas ambientais. Destacou que o município conta com 95% de rede de esgoto, aterro sanitário e usina de reciclagem de lixo. “Nós já fizemos o compromisso com as nossas Ongs, com o Ministério Público e a Secretaria de Meio Ambiente para desenvolvermos o projeto. A população de Rondonópolis é bem crítica, idealista e tem uma preocupação muito grande com a questão ambiental”, destacou.

O promotor de Justiça que atua na defesa do Meio Ambiente em Rondonópolis, Ari Madeira Costa, informou que os trabalhos iniciais de capacitação do corpo técnico que atuará no projeto já começaram. Disse que estão abertas as possibilidades para contratação de consultorias com a participação do Juizado Volante Ambiental (Juvam) e do próprio município. “Estamos otimistas com a palavra positiva e afirmativa do Executivo, Judiciário e do Ministério Público, que estão com o mesmo objetivo de fazer um trabalho diferenciado aqui na cidade”, destacou.

Leia Também:  URGENTE: Asfalto rompe e estrada fica interditada

De acordo com a juíza Milene Aparecida Pereira Beltramini, responsável pelo Juvam em Rondonópolis, o interesse pelo Projeto Água para o Futuro é antigo. “Esse é um projeto que me atrai há alguns anos. Atualmente, temos no município um ensaio nas nascentes do Ribeirão Arareau e será muito bom expandirmos o trabalho para realmente melhorarmos a qualidade e a quantidade de água nos dois leitos, principalmente no principal curso hídrico da cidade, que é o Rio Vermelho. Ele vem apresentando baixas consideráveis que começam a preocupar, pois tem dado sinais de que não terá vida longa”, afirmou.

CAPACITAÇÃO: De acordo com o coordenador do projeto, promotor de Justiça Marcelo Vacchiano, o conteúdo programático da capacitação ministrada ao corpo técnico inclui discussões sobre habilidades e equipamentos básicos, caracterização hidrogeológica, bioindicadores, danos em áreas de preservação permanente, planejamento estratégico, entre outros assuntos. O curso contempla ainda atividades práticas com realização de vistorias in loco em nascentes previamente selecionadas para a coleta das informações necessárias para a elaboração de relatório técnico. O levantamento serve de base para que o promotor de Justiça adote as medidas necessárias em busca da reparação integral dos danos.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá amplia atendimento e abre cadastramento para o kit Alimentação Escolar

 

Por Assessoria de Imprensa 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

URGENTE: Asfalto rompe e estrada fica interditada

Publicados

em

image_pdfimage_print

Na estrada que liga Lambari D’ Oeste (318 quilômetros de Cuiabá) a Barra do Bugres um asfalto cedeu deixando a estrada totalmente interditada.

Segundo informações que chegaram agora pouco (14h30) na redação do VOZMT, o asfalto que liga as duas cidades rompeu e os motoristas terão que tomar cuidado para não cometerem acidentes.

O local exato fica na saída de Barra do Bugres (165 quilômetro da capital).

 

Jornalista: Alex Garcia

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mãe de Dante de Oliveira, vence Covid pela 2ª vez prestes a completar 100 anos
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA