.

Cidades

Unemat oferece 2.5 mil vagas em 62 cursos

Publicados

em

image_pdfimage_print

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) divulgou nesta quarta-feira (21) o edital do processo seletivo 2021/2, para ingresso no segundo semestre deste ano. São ofertadas 2.570 vagas em 62 cursos, distribuídos em 12 municípios do Estado.

As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas de 26 de julho a 8 de agosto.

O edital pode ser acessado clicando aqui.

Veja como participar

Poderão participar deste Seletivo todos os interessados que tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas edições 2016, 2017, 2018, 2019 ou 2020, e que tenham obtido nota mínima de 200 pontos na Redação da edição apresentada pelo candidato.

No ato da inscrição, o candidato deverá marcar qual opção do curso, câmpus e categoria de cotas ao qual pretende concorrer, além de anexar fotografia e o boletim de desempenho no Enem.

O boletim poderá ser obtido clicando aqui.

Basta informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a senha do candidato.

O processo seletivo terá duas fases: a primeira será o desempenho no Enem, e a segunda será a análise da documentação e o procedimento de verificação.

Cursos e Câmpus

Esta edição apresenta três turmas únicas de oferta especial em Cuiabá: uma turma de bacharelado em Engenharia de Produção Agroindustrial, uma turma de Tecnologia em Gestão Pública e uma turma de Tecnologia em Gestão de Negócios e Inovação.

Leia Também:  Câmara prorroga inscrições do processo seletivo para cadastro reserva de estágio

O curso de Engenharia terá aulas no período noturno de segunda a sexta-feira e no período diurno aos sábados. Já os cursos de Tecnologia serão no período noturno.

Também será ofertado o curso de bacharelado em Agronomia no município de Querência. O curso é em período integral.

Além dos cursos em Cuiabá e Querência, esta edição também oferta cursos em Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Diamantino, Juara, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra.

Cotas

Além das cotas para alunos oriundos de escolas públicas, dentro das quais estão inseridas cotas para indígenas e para estudantes pretos ou pardos, a Unemat também passou a incluir reserva de vagas para pessoas com deficiência (PCD) a partir do ano passado.

 

Resultado

As inscrições deferidas serão publicadas no dia 9 de agosto, com a divulgação do desempenho preliminar da primeira fase no dia 12 e a divulgação do resultado preliminar da segunda fase no dia 27.

O resultado final será publicado no dia 1º de setembro, com matrículas de 2 a 9 de setembro.

Todas as informações sobre as etapas do Vestibular e seus editais podem ser acessadas em: www.unemat.br/vestibular.

Confira os cursos e locais

Leia Também:  Agosto começa com semana abaixo de 20°C e deve continuar nas manhãs de Cuiabá

– Administração: Diamantino, Juara, Nova Mutum, Sinop e Tangará da Serra

– Agronomia: Alta Floresta, Cáceres, Nova Mutum, Nova Xavantina, Querência e Tangará da Serra

– Arquitetura e Urbanismo: Barra do Bugres

– Ciência da Computação: Barra do Bugres e Cáceres

– Ciências Biológicas: Alta Floresta, Cáceres, Nova Xavantina e Tangará da Serra

– Ciências Contábeis: Cáceres, Nova Mutum, Sinop e Tangará da Serra

– Ciências Econômicas: Sinop

– Direito: Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Diamantino e Pontes e Lacerda

– Educação Física: Cáceres e Diamantino

– Enfermagem: Cáceres, Diamantino e Tangará da Serra

– Engenharia Civil: Nova Xavantina, Sinop e Tangará da Serra

– Engenharia de Alimentos: Barra do Bugres

– Engenharia de Produção Agroindustrial: Barra do Bugres e Cuiabá

– Engenharia Elétrica: Sinop

– Engenharia Florestal: Alta Floresta

– Geografia: Cáceres e Sinop

– História: Cáceres

– Jornalismo: Tangará da Serra

– Letras: Cáceres, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra

– Matemática: Barra do Bugres, Cáceres e Sinop

– Medicina: Cáceres

– Pedagogia: Cáceres, Juara e Sinop

– Sistemas de Informação: Sinop

– Tecnologia em Gestão Pública: Cuiabá

– Tecnologia em Gestão de Negócios e Inovação: Cuiabá

– Turismo: Nova Xavantina

– Zootecnia: Pontes e Lacerda

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Após denúncias, Ouvidoria do Estado passa por reforma emergencial

Publicados

em

Ouvidoria do Estado passa por reforma
image_pdfimage_print

Como resposta às denúncias de insalubridade do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (SISMA/MT), mais uma ação de melhoria em benefício dos trabalhadores da Saúde é realizada. Dessa vez, é a reforma emergencial da Ouvidoria do Conselho Estadual de Saúde de Mato Grosso, dentro da sede da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT), que começou nesta segunda-feira, dia 02.

As fotos que demonstravam a insalubridade do espaço compõe o dossiê apresentado pela presidente do SISMA/MT, Carmen Machado, durante a Sessão Plenária na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, e aos deputados, no dia 20 de julho.

Antes da Sessão o documento foi enviado à Justiça do Trabalho e ao Ministério Público Estadual, e mostrava a falta de distanciamento social, fios expostos, janelas lacradas, falta de ventilação alternativa, entre outras situações favoráveis ao contágio e o surto de Covid 19 ocorrido na unidade, entre os meses de junho e julho deste ano.

No mesmo dia da Sessão Plenária foi anunciada a continuidade da reforma interna da sede da SES. “Não é possível nos calarmos diante desse cenário. A SES tem uma fachada imponente e bela.

Leia Também:  Morre ex-vice-prefeito após AVC anos 94 anos em MT

No entanto, o local de trabalho destinado aos servidores são completamente insalubres. Essa tragédia da contaminação poderia ter sido evitada se a SES tivesse promovido o necessário, ou no mínimo considerado nossos ofícios, o que debatemos em reuniões, e até sentenças judiciais”, disse a presidente do SISMA/MT, Carmen Machado.

Ainda após a mobilização do SISMA, a 4ª Vara de Justiça do Trabalho de Cuiabá condenou o Governo do Estado de Mato Grosso a realizar as adequações denunciadas pelo sindicato, com multa diária por descumprimento de R$100 mil para a gestão, e R$50 mil por servidor prejudicado a ser pago pelo chefe imediato ou gestor.

A decisão resulta de uma Ação Civil Pública ajuizada pelo SISMA/MT ainda em 2020 e confirmada após o surto de contaminação dos trabalhadores que atuam na sede da SES.

 

Atendimento

O setor, que possui importante papel de mediação junto ao Conselho, usuários dos SUS e gestores do sistema, terá um redimensionamento do seu espaço físico, parte elétrica, mesas e armários de forma a atender condições mínimas de trabalho aos servidores.

Leia Também:  Câmara prorroga inscrições do processo seletivo para cadastro reserva de estágio

A adequação tem o prazo de 15 dias para ser finalizada, a partir de hoje. Durante este período, os canais para atendimento aos usuários ocorrerão pelo telefone 08006471213, email [email protected] e no endereço Av. XV de novembro, S/Nº, Centro, Cuiabá (Prainha, esquina com Av. Dom Bosco).

 

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA