.

Cidades

Vereador de Cuiabá quer vacinação de lactantes contra a covid

Publicados

em

image_pdfimage_print

Atendendo ao clamor social, o vereador Cezinha Nascimento (PSL) protocolou, na terça-feira (25), na Câmara de Cuiabá uma indicação solicitando a inclusão de mulheres lactantes na fila prioritária para a imunização contra a covid-19.

De acordo com o texto da reivindicação, o pedido visa atender o movimento de mães lactantes da capital de Mato Grosso, Cuiabá.

“Nesse momento de pandemia, onde temos visto tantos filhos ficarem sem suas mães, é necessário termos empatia, se colocar no lugar do outro, imagina um bebê que está amamentando ficar sem a mãe? Quando uma mãe fica doente toda a família sofre e se essa mulher for lactante o sofrimento é ainda maior”, explicou o vereador.

“Além disso, segundo pesquisas, existem prejuízos psicossociais em perder uma mãe de forma tão precoce, por tudo isso, defendo que as mulheres, em fase de amamentação devem ser incluídas no grupo prioritário, por estar em uma situação de maior vulnerabilidade, com um ser humano em contato direto com ela, que depende da mãe para se alimentar”, argumenta Cezinha Nascimento.

Leia Também:  Fecomércio-MT avalia crescimento de vendas no comércio e destaca desempenho de MT

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Cuiabá é campeã nacional em instalação de energia solar

Publicados

em

image_pdfimage_print

Cuiabá é a campeã nacional de energia solar distribuída, pelo terceiro mês consecutivo. A informação é do relatório divulgado em setembro pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR). Em segundo lugar está Brasília (DF) e, em terceiro, Uberlândia (MG).

Segundo Tiago Vianna, diretor da Oeste Solar, empresa especialista em energias renováveis, Cuiabá possui uma capacidade instalada de 86,0 MW de geração fotovoltaica em geração distribuída.

E o aumento da procura pela energia solar se deve à elevação da tarifa da energia elétrica no Brasil, em especial neste ano, devido à crise hídrica e ao aumento das bandeiras tarifárias.

“A sustentabilidade também é um dos fatores que pesa na decisão do consumidor, pelo fato da captação de energia elétrica ser feita pela luz do sol, que é abundante e renovável, não afetando o meio ambiente”, explica Vianna.

A captação de energia solar é feita por placas fotovoltaicas, e enviada para o inversor que converte a corrente contínua em corrente alternada, sendo jogada na rede ou armazenada em baterias para uso direto do consumidor.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Pleno mantém suspenso pregão presencial da Prefeitura de MT
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA