.

Curiosidade

Cuiabá suspende aplicação da vacina Coronavac

Publicados

em

image_pdfimage_print

Diante da escassez de vacinas nas cidades brasileiras, Cuiabá também suspende a aplicação da 2ª dose da vacina nesta segunda-feira (17).

Entre os motivos apontados, estão a falta do imunizante e uma “perda técnica” de parte dos lotes que estavam estocados destinados à aplicação da 2ª dose e também em decorrência da aplicação de vacinas em 2,5 mil pessoas de outras cidades

Nota da Prefeitura Municipal de Cuiabá:

Em relação à segunda dose da vacina Coronavac, a Secretaria Municipal de Saúde informa que:

– Dispõe apenas do quantitativo necessário à aplicação dos pacientes renais, que fazem tratamento nas clínicas de hemodiálise de Cuiabá.

– Diante disso, a aplicação de segunda dose de Coronavac em outros públicos, bem como o funcionamento do polo de vacinação no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), ficarão temporariamente suspensos, até que chegue nova remessa do imunizante por parte do governo federal, previsto para ocorrer na terça-feira (18).

– A SMS destaca que vinha reservando a segunda dose dos munícipes, no entanto, detectou perda técnica, uma vez que os frascos que deveriam conter 10 doses estão contando, na verdade, com 9 doses, o que foi observado em todas as regiões do Brasil.

Leia Também:  Ciclista se assusta com carro e derruba cerca de 10 motos em efeito dominó

– Além disso, conforme já divulgado, diante da falta da Coronavac em diversas partes do país, mais de 2,5 mil pessoas de outros municípios conseguiram se vacinar em Cuiabá, prejudicando a conclusão do esquema vacinal de quem tomou a primeira dose na Capital.

– A Pasta já solicitou reposição junto ao Estado, tanto das perdas técnicas quanto das doses aplicadas em pessoas de outros municípios, e reforça que vem tomando todas as medidas para garantir a imunização dos cuiabanos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Curiosidade

C.V obriga mãe dar 10 chibatada com fio de energia em adolescente por furta bisavô

Publicados

em

image_pdfimage_print

Na noite dessa sexta-feira (18) no bairro Bom Jardim, em Sinop (500 km da Capital), uma pré-adolescente de 12 anos foi chicoteada pela mãe, com fio de energia, por ordem da facção Comando Vermelho (CV).

A surra seria uma punição, já que a menor teria sido acusada de furtar dinheiro do bisavô

A mãe da menor compareceu à Delegacia de Polícia Civil, onde relatou o fato, registrou a ocorrência e denunciou os acusados de terem a obrigado a espancar filha.

De acordo com a mulher, ela e a vítima trafegavam numa motocicleta pelo bairro, quando foram abordadas por dois homens, reconhecidos como moradores do local, que a obrigaram a falar por celular com uma terceira pessoa, que estaria presa.

No telefone, o criminoso teria ordenado que a mãe desse 10 chibatadas na filha pelo fato da menina ter, supostamente, furtado dinheiro do bisavô. Caso a mulher se negasse a cumprir a ordem, os bandidos que tinham abordado elas dariam o castigo e além da menor, ela também seria agredida.

Ainda segundo a mulher, o criminoso preso ainda teria ameaçado toda a família dela de morte.

Leia Também:  Urgente; Veja ação do BOPE para prender ladrões de bancos; veja vídeo

Diante das ameaças, a mãe deu as chibatadas na filha e obedeceu à facção.

O caso segue em investigação e os policiais trabalham para identificar os criminosos envolvidos no crime.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA