Curiosidade

Moedas e cédulas raras podem chegar a R$ 8 mil; FIQUE ATENTO

Published

on

Algumas cédulas e moedas valem muito mais do que o número impresso nelas. Existem notas de R$ 20, R$ 100, moedas raras que podem varias o preço de R$ 100 à R$ 8 mil reais para colecionadores. Isso porque, elas tiveram algum erro, algum detalhe que a tornam específicas ou uma tiragem baixa.

Segundo informações, colecionadores e especialistas nesta arte, chamada numismática, são responsáveis por estimar o valor que cada moeda ou cédula pode ter. De acordo com o jornalista André Rigue, colecionador de notas e moedas raras, para saber o valor de uma cédula, é preciso observar primeiramente a sua tiragem. 

“Um modelo com uma tiragem baixa vai, automaticamente, ter um valor elevado na coleção, porque vai ser mais difícil de encontrar”, explica. “Há uma cédula de R$ 5, por exemplo, que a série começa com CJ, com assinatura do ministro Henrique Meirelles e do presidente do Banco Central Alexandre Tombini. Ela teve uma baixa impressão, em torno de 400 mil unidades, e por isso custa cerca de R$ 300 para o colecionador,” explicou André.

Leia Também:  Carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral ultrapassa 1 milhão de assinaturas no dia em que foi lida

Outro exemplo é uma nota de R$ 20 que pode ser vendida por até R$ 400. A série começa com as letras CB, e a nota tem assinaturas de Alexandre Tombini e do ex-ministro Joaquim Levy. A tiragem foi de apenas 240 mil cédulas. Uma nota comum chega a ter de 30 milhões a 100 milhões de exemplares.

 

Uol com Fabiane Serra

 

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Curiosidade

Carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral ultrapassa 1 milhão de assinaturas no dia em que foi lida

Marca foi atingida nesta quinta-feira (11). Documento, lançado depois de seguidos ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro, foi assinado por autoridades, banqueiros, empresários, ex-presidentes, atletas e artistas.

Published

on

A carta em defesa da democracia e do processo eleitoral brasileiro, divulgada pela Faculdade de Direito da USP, ultrapassou nesta quinta-feira (11) 1 milhão de assinaturas. A marca foi atingida pouco antes das 22h, no mesmo dia em que o texto foi lido, durante evento na sede da faculdade, no Centro de São Paulo.

O documento foi aberto ao público em 26 de julho e assinado por autoridades, banqueiros, empresários, ex-presidentes, atletas e artistas.

Carta da USP em defesa da democracia ultrapassa 1 milhão de assinaturas — Foto: Reprodução
Carta da USP em defesa da democracia ultrapassa 1 milhão de assinaturas — Foto: Reprodução

A data foi escolhida por marcar o aniversário da criação dos cursos de direito no país e coincide com a leitura de manifesto no mesmo local em 1977 para denunciar a ditadura militar, que subtraiu direitos e matou opositores do regime.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral ultrapassa 1 milhão de assinaturas no dia em que foi lida
Continue Reading

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA