.

Curiosidade

Pai é detido pela PM e mãe foge com criança da UTI em Cuiabá

Publicados

em

image_pdfimage_print

Na noite de quarta-feira (17) um homem de 34 anos foi detido após ele e a mulher tirarem um bebê, que nasceu prematuro, antes da alta médica da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá.

De acordo com informações, os plantonistas do hospital flagraram a mãe, de 25 anos, saindo com a criança e acionaram a Polícia Militar.

Os policiais estiveram no local e testemunhas relataram que a criança nasceu prematura, com 35 semanas e 2,9 kg, e precisou ficar internado na UTI Neonatal. No entanto, os pais não aceitavam e diziam que queriam tirar o bebê unidade.

A mãe aproveitou que tinha livre acesso na UTI Neonatal, pegou a criança e saiu do local. O pai aguardava lado de fora. Os plantonistas tentaram impedir, mas o casal começou a xingar os médicos e enfermeiros.

A mulher conseguiu sair do hospital com a criança, mas o pai foi impedido. O homem confirmou aos policiais que foi até o hospital com sua esposa para buscar o filho, mas não disse para onde a mulher teria ido com o bebê.

Leia Também:  Urgente; Vacinas contra Covid-19 podem estragar em Cuiabá

O homem foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes. O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Curiosidade

Urgente; Vacinas contra Covid-19 podem estragar em Cuiabá

Publicados

em

image_pdfimage_print

A Prefeitura Municipal de Cuiabá, foi notificada pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) para que adote providências para correção de inconformidades detectadas em inspeção realizada no local destinado ao armazenamento das vacinas contra a Covid-19 na Capital do Estado.

O conselheiro Antonio Joaquim disse na notificação, que a medida se faz necessária diante da projeção do recebimento de um número maior de vacinas contra a Covid-19 pelo município de Cuiabá, bem como da necessidade de realização de um trabalho em conjunto entre os órgãos públicos para mitigar os riscos e as deficiências no armazenamento e distribuição dos imunobiológicos.

Dentre as recomendações feitas à prefeitura, por meio da Nota de Fiscalização elaborada pela Secretaria de Controle Externo (Secex) de Saúde e Meio Ambiente do TCE-MT, está a instalação de alarme sonoro e/ou visual nas câmaras refrigeradas para indicação de porta aberta por tempo maior do que o permitido, conforme preconiza o Manual de Rede de Frio do Programa Nacional de Imunizações.

Leia Também:  Policiais Militares gravam clipe em homenagem aos 302 anos de Cuiabá; Veja vídeo

A Corte de Contas recomendou ainda a instalação, nas câmaras refrigeradas, de sistema de discagem automática para números pré-cadastrados em caso de queda ou oscilação na energia elétrica ou quando a temperatura variar fora dos parâmetros pré-estabelecidos para conservação das vacinas. Também foi apontada a necessidade de manutenção corretiva de um dos termômetros externos utilizados para monitoramento da temperatura.

Por fim, o Tribunal de Contas sugeriu a realização de registro documental de saída e entrada do número de vacinas movimentadas diariamente entre a Vigilância Epidemiológica (local de armazenamento das vacinas) e quaisquer locais utilizados para a vacinação, bem como solicitou o envio de informações por parte do município quanto a necessidade, ou não, de ampliação da capacidade de armazenamento dos imunizantes da Covid-19 e das demais campanhas nacionais de vacinação.

Foi fixado o prazo de 72 horas para que os gestores informem se atenderão as recomendações propostas pelo TCE-MT ou para que apresentem as justificativas sobre a impossibilidade ou inviabilidade de atender a Nota Fiscalizatória.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA