.

Curiosidade

Rajada de vento derruba avião durante decolagem em MT

Publicados

em

image_pdfimage_print

A piloto agrícola Maria Aparecida dos Santos, ferida em um acidente aéreo no último dia 25, em uma fazenda de Sorriso (420 km da Capital), relatou ao Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáutico (Seripa VI) que o avião caiu após sofrer uma rajada de vento durante a corrida de decolagem.

Segundo a vítima, ela deu partida na aeronave por volta das 12h, quando iria dar início ao trabalho de pulverização de defensivos agrícolas na plantação.

No entanto, perdeu o controle da aeronave, que saiu da pista e foi lançado em meio à plantação, onde parou com trem de pouso virado para cima.

O avião teve pequenos danos e a piloto apresentou lesões leves.

De acordo com a Polícia Civil, no dia do acidente o dono da fazenda procurou a delegacia e informou sobre o acidente aéreo com a funcionária.

Uma equipe de socorro foi até o local e encaminhou a vítima até o Hospital 13 de Maio, onde deu entrada, ficou internada, mas já recebeu alta médica.

Leia Também:  Site cria ferramenta que mostra quando cada um será vacinado; Veja quando será a sua vez.

Maria Santos é natural de Rondonópolis e iniciou a carreira na aviação executiva e migrou para a aviação agrícola em 2011. Ela já trabalhou em lavouras de algodão, soja e milho. p

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Curiosidade

Urgente; Vacinas contra Covid-19 podem estragar em Cuiabá

Publicados

em

image_pdfimage_print

A Prefeitura Municipal de Cuiabá, foi notificada pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) para que adote providências para correção de inconformidades detectadas em inspeção realizada no local destinado ao armazenamento das vacinas contra a Covid-19 na Capital do Estado.

O conselheiro Antonio Joaquim disse na notificação, que a medida se faz necessária diante da projeção do recebimento de um número maior de vacinas contra a Covid-19 pelo município de Cuiabá, bem como da necessidade de realização de um trabalho em conjunto entre os órgãos públicos para mitigar os riscos e as deficiências no armazenamento e distribuição dos imunobiológicos.

Dentre as recomendações feitas à prefeitura, por meio da Nota de Fiscalização elaborada pela Secretaria de Controle Externo (Secex) de Saúde e Meio Ambiente do TCE-MT, está a instalação de alarme sonoro e/ou visual nas câmaras refrigeradas para indicação de porta aberta por tempo maior do que o permitido, conforme preconiza o Manual de Rede de Frio do Programa Nacional de Imunizações.

Leia Também:  Urgente; Vacinas contra Covid-19 podem estragar em Cuiabá

A Corte de Contas recomendou ainda a instalação, nas câmaras refrigeradas, de sistema de discagem automática para números pré-cadastrados em caso de queda ou oscilação na energia elétrica ou quando a temperatura variar fora dos parâmetros pré-estabelecidos para conservação das vacinas. Também foi apontada a necessidade de manutenção corretiva de um dos termômetros externos utilizados para monitoramento da temperatura.

Por fim, o Tribunal de Contas sugeriu a realização de registro documental de saída e entrada do número de vacinas movimentadas diariamente entre a Vigilância Epidemiológica (local de armazenamento das vacinas) e quaisquer locais utilizados para a vacinação, bem como solicitou o envio de informações por parte do município quanto a necessidade, ou não, de ampliação da capacidade de armazenamento dos imunizantes da Covid-19 e das demais campanhas nacionais de vacinação.

Foi fixado o prazo de 72 horas para que os gestores informem se atenderão as recomendações propostas pelo TCE-MT ou para que apresentem as justificativas sobre a impossibilidade ou inviabilidade de atender a Nota Fiscalizatória.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA