.
.

DEU NO O GLOBO

Saiu no “o Globo”: Bolsonaro definiu palanque em Mato Grosso e Lula ainda está sem palanque no Estado; Confira

Dificuldades afetam os candidatos da terceira via. Ciro Gomes e Simone Tebet enfrentam problemas nas coligações até em seus próprios estados

Published

on

A um mês do início do prazo para a realização das convenções partidárias, os quatro presidenciáveis mais bem colocados nas pesquisas de intenção de voto ainda enfrentam indefinições em seus palanques estaduais. Apesar de ter conseguido construir um arco robusto de aliados nas disputas para governador, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) precisará resolver pendências em 12 unidades da federação. Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) avançou na formação da sua rede de apoio, mas terá que lidar com postura mais comedida de seus candidatos no Nordeste.

As dificuldades também afetam os candidatos da terceira via. O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e a senadora Simone Tebet (MDB-MS) enfrentam problemas nas coligações até em seus próprios estados, além de verem correligionários serem tragados pela polarização entre Lula e Bolsonaro. As convenções devem ser realizadas de 20 de julho a 5 de agosto.

Distanciamento

 

Bolsonaro tem costuras acertadas em 23 estados, e ainda discute a escolha de candidatos no Amapá, no Rio Grande do Norte e no Distrito Federal. No Maranhão, o PL integra a aliança que tem o senador Weverton Rocha, do PDT de Ciro Gomes, como postulante ao governo. O estado é apenas um exemplo das dificuldades que o presidente enfrenta no Nordeste, onde ele é rejeitado por parte expressiva do eleitorado e, por isso, tem sofrido com movimentos de distanciamento por parte de seus aliados.

Palanques de Bolsonaro espalhados pelo Brasil — Foto: Infografia/O Globo

Palanques de Bolsonaro espalhados pelo Brasil — Foto: Infografia/O Globo

No Piauí, do senador e ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, o PP tenta se desvincular do presidente. O diretório estadual do partido ingressou na Justiça eleitoral pra atestar que era falsa uma imagem do ex-prefeito de Teresina Silvio Mendes e de outros aliados ao lado de Bolsonaro. No vizinho Ceará, o pré-candidato do União Brasil ao governo, Capitão Wagner, deputado mais votado do estado em 2018 ao colar a imagem à de Bolsonaro, disse que agora abrirá espaço em seu palanque para outros presidenciáveis.

Em Sergipe, Valmir de Francisquinho, do PL, não acompanhou o presidente na inauguração da duplicação de uma estrada em maio. Ele alegou temer problemas com a lei eleitoral. Já em Pernambuco, o próprio Bolsonaro reclamou, em entrevista à CBN na segunda-feira, que o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), ex-líder do governo, não cita seu nome em eventos no estado. O filho de Bezerra é pré-candidato ao governo pelo União Brasil. Em 14 dos estados onde o presidente já definiu o palanque o candidato será do PL. Um dos principais articuladores das alianças é o ex-deputado e presidente da sigla, Valdemar Costa Neto (PL-SP), que foi condenado no julgamento do mensalão durante o governo Lula. Por incompatibilidade com Valdemar, a principal aposta de Bolsonaro para esta eleição, o ex-ministro Tarcísio Freitas, concorrerá pelo Republicanos em São Paulo.

Leia Também:  Tempo muda completamente em poucas horas em Cuiabá; Confira a previsão do tempo para essa semana;

Entre os escolhidos há aliados leais a Bolsonaro e cuja estratégia política é colar a imagem diretamente ao presidente, como o deputado Major Vitor Hugo (GO), o senador Jorginho Melo (SC) e o ex-ministro Onyx Lorenzoni (RS). Nos estados do Sul, a boa popularidade de Bolsonaro ajudará a garantir palanques múltiplos. Em Santa Catarina, além de Melo, o governador Carlos Moisés (Republicanos) e o ex-prefeito de Florianópolis Gean Loureiro (União) têm se aproximado do presidente. O mesmo ocorre na eleição gaúcha, com Onyx e o senador Luiz Carlos Heinze (PP) na briga pelo voto bolsonarista.

No PT, o maior problema está na costura de acordos com o PSB, o principal partido aliado de Lula. As duas siglas tentam resolver impasses no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio, Espírito Santo, Paraíba, Acre e Amapá. Integrantes da campanha de Lula avaliam, por exemplo, que seria muito importante ter um único candidato em São Paulo, onde Márcio França (PSB) resiste à ideia de trocar a candidatura a governador por um lugar ao Senado na chapa petista encabeçada pelo ex-prefeito Fernando Haddad. Se não houver acordo, Lula terá dois palanques no estado. O seu vice, Geraldo Alckmin (PSB), deve fazer campanha apenas para França.

Palanques de Lula espalhados pelo Brasil — Foto: Infografia/O Globo

No Rio, a indefinição se dá por causa da vaga ao Senado. Tanto o deputado Alessandro Molon (PSB) como o presidente da Assembleia Legislativa, André Ceciliano (PT), querem o posto na aliança que tem Marcelo Freixo (PSB) para o governo. Os petistas dizem que até aceitam ter dois senadores na chapa, se a Justiça Eleitoral permitir. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda deve se posicionar sobre o tema. Há estados em que as conversas avançaram, como o Espírito Santo, e a aliança deve ser selada nos próximos dias. Os petistas esperavam uma declaração sólida do governador Renato Casagrande (PSB) em apoio a Lula. Na semana passada, ele disse que votará no ex-presidente e, assim, nos próximos dias a pré-candidatura a governador do senador Fabiano Contarato (PT) deve ser retirada.

Leia Também:  Festival de Inverno tem gastronomia com furrundu e castanha baru com chocolate; veja programação

Lula já tem a sua situação definida em 13 estados. Em seis deles, o candidato será do PT. No Pará, os petistas se definiram pelo apoio ao atual governador e pré-candidato à reeleição, Helder Barbalho (MDB), que, porém, até o momento, tem evitado se posicionar na eleição presidencial. Os presidenciáveis que tentam furar a polarização nacional lutam contra a força gravitacional que pode fazer seus aliados nos estados serem atraídos para um apoio a Lula ou Bolsonaro.

Ciro Gomes vive um caso típico desse no Rio, onde o pré-candidato do PDT ao governo, Rodrigo Neves, mantém diálogo constante com Lula. O presidenciável pedetista acertou seus palanques em nove estados. Em 17, ainda busca um aliado. Até no Ceará, o candidato não foi definido. Na Bahia, há um caso peculiar: o PDT está na chapa de ACM Neto (União Brasil), mas o ex-prefeito de Salvador não assegurou apoio a Ciro.

Veja os mais cotados para compor chapa como vice à Presidência

O único ex-presidente cotado para o pleito, Luiz Inácio Lula da Silva buscou um vice que sempre caminhou na oposição, o ex-tucano Geraldo Alckimin, que se filiou ao PSB — Foto: Ailton de Freitas / Agência O GloboEx-ministra da Agricultura Tereza Cristina pode atrair votos femininos para Bolsonaro — Foto: Arquivo / Agência O Globo

6 fotos

Sem Mourão, parte do entorno de Bolsonaro aposta no ministro da Defesa, Braga Netto. Além de ser um nome de confiança do presidente, Braga Netto, como membro da caserna, não entusiasma num caso de impeachment, tal como Mourão — Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

MDB e PSDB buscam acerto

 

Tebet vive uma situação parecida. Ela busca encontrar palanques em 15 estados. Em 12, o cenário está definido. Mas há casos como o do senador Eduardo Braga, no Amazonas, que pode também abrir espaço para Lula. Em Alagoas, o governador Paulo Dantas (MDB), aliado do senador Renan Calheiros, estará com o petista.

Por causa da aliança para apoiar Tebet, MDB e PSDB tentam se acertar também nas disputas estaduais. O principal entrave ainda é o Rio Grande do Sul, onde os emedebistas resistem a abrir mão da pré-candidatura do deputado estadual Gabriel Souza — pela costura desejada pelos tucanos, ele seria vice de Eduardo Leite. No estado de Tebet, o Mato Grosso do Sul, os emedebistas não quiseram compor com o pré-candidato do PSDB, Eduardo Riedel, e mantiveram o nome do ex-governador André Puccinelli. Riedel já afirmou que apoia Bolsonaro. Ele deve ter como candidata ao Senado a ex-ministra Tereza Cristina (União Brasil), caso ela não seja escalada para vice de Bolsonaro. O marido de Tebet, Eduardo Rocha (MDB), segue como secretário do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), padrinho de Riedel.

Fonte: O GLOBO

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Curiosidade

Festival de Inverno tem gastronomia com furrundu e castanha baru com chocolate; veja programação

Entre 1º de julho e 13 de agosto, os visitantes poderão degustar os pratos criados.

Published

on

Entre as atividades especiais do 35° Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá, haverá o festival gastronômico composto por 13 estabelecimentos, entre restaurantes, docerias e cafés. Cada um deles preparou um prato especial que será apresentado durante o evento.

Entre 1º de julho e 13 de agosto, os visitantes poderão degustar os pratos criados. Para preparar este cardápio, os estabelecimentos tiveram a colaboração do chef Marcelo Cotrin.

 

Uma das sobremesas criadas especialmente para o festival foi o Grand Gateâu com Ganache de Furrundú e Crumble de Castanha de Baru. Os ingredientes foram escolhidos pelo chef por retratar a culinária mato-grossense. O furrundú pode ter o sabor de ancestralidade, já que faz parte da história do estado.

De acordo com o historiador Aníbal Alencastro, o furrundu surgiu durante a Guerra do Paraguai, época em que as fronteiras com Mato Grosso foram fechadas, logo, tudo que vinha de navio pelo Rio Paraguai foi interrompido. Com isso, os colonos que aqui moravam tiveram que cozinhar com o que tinha: arroz, carne de sol, frutas e açúcar. Assim, surgiu este doce tão famoso que remonta de séculos passados.

O prato escolhido ainda contempla a castanha do baru, que é nativa do cerrado brasileiro. A castanha do baruzeiro é rica em proteínas, fibras, ácidos graxos e minerais.

O chocolate é item obrigatório na casa de sobremesas, que utilizou os ingredientes em um dos seus pratos mais vendidos.

O festival

 

A programação do 35° Festival de Inverno tem shows regionais e nacionais entre os dias 1° de julho 13 de agosto. Nomes consagrados como Renato Teixeira, Ana Vilela, Roberta Campos, Seu Jorge, Rick e Renner, Matheus Kauã, Raça Negra e Almir Sater se apresentam no palco da Praça do Festival.

O festival ficou suspenso durante dois anos por causa da pandemia da Covid-19. Agora, volta com shows nacionais e regionais, atrações gastronômicas e atividades de lazer como tirolesa, roda gigante e balões.

Confira a programação:

 

Sexta,1º de julho

 

  • Cristina e Regina (palco principal)
  • Amigos da Viola (palco principal)
  • Renato Teixeira (palco principal)

 

Sábado, 2 de julho

 

  • Akane (palco principal)
  • Cristopher (palco principal)
  • Hey Judy (palco principal)
  • DJ Cleyton 7 (palco principal)

 

Sexta, 8 de julho

 

  • Allan Maycon (palco principal)
  • Anselmo e Rafael (palco principal)
  • Paraná (palco principal)
  • Rafa Garcia (palco principal)

 

Sábado, 9 de julho

 

  • DJ Augusto Werner (palco principal)
  • Raul Fortes (palco principal)
  • Ana Vilela (palco principal)
  • Tati Faria (palco principal)

 

Sexta, 15 de julho

 

  • Berê e banda (palco principal)
  • Cão Latino (palco principal)
  • Dérico (palco principal)
  • Junior e Nando (palco principal)

 

Sábado, 16 de julho

  • Imitáveis (palco principal)
  • Lorena Ly (palco principal)
  • Lais Yasmin (palco principal)
  • Stanya Cavalcante (palco principal)
  • Adrya (palco principal)
  • Ana Rafaela (palco principal)
  • Roberta Campos (palco principal)

 

Sexta, 22 de julho

 

  • Banda Terra (palco principal)
  • Alisson e Rômulo (palco principal)
  • Violas Pantaneiras
  • João Ormond e Paulo Simões (palco principal)
  • André Piovezan (palco principal)

 

Sábado, 23 de julho

 

  • Gaudium (palco principal)
  • Forró Buscai (palco principal)
  • Padre Alessandro Campos (palco principal)

 

Terça, 26 de julho

 

  • Pescuma, Henrique e Claudinho (11h – salão paroquial)
  • Os Ciganos (16h – salão paroquial)
Leia Também:  Tempo muda completamente em poucas horas em Cuiabá; Confira a previsão do tempo para essa semana;

 

Quinta, 28 de julho

 

  • Oficina – iniciativa a palhaçaria para mulheres 14h às 16h (tenda circo)
  • Oficina – produção de luminárias das 14h às 18h (tenda oficina 2)
  • Exposição Fé de Francisca (14h – praça de alimentação)
  • Massagem relaxante (14h espaço da beleza)
  • Oficina de produção de colares das 14h às 18h (tenda oficina 1)
  • Exposição Pegadas (16h – tendas)
  • Feira Literária (16h – tendas)
  • Show Fé de Francisca (18h – tenda circo)
  • Instalação de Pirâmides de Bambu (gramado da prefeitura)
  • Coral Municipal (20h30 – palco 2)
  • Pescuma, Henrique e Claudinho + Orquestra Sinfônica (21h palco 2)

 

 

Sexta, 29 de julho

 

  • Oficina – Iniciativa a palhaçaria para mulheres (14h às 16h – tenda circo)
  • Oficina pintura criativa (das 14h às 18h tenda oficina 2)
  • Exposição Fé de Francisca (14h – praça de alimentação)
  • Oficina de produção de colares (14h – tenda oficina 1)
  • Brincando com a Família (14h às 16h – tenda kid)
  • Chapada Beach – beach tênis, futevôlei e vôlei (14h – quadra de areia Homero Mouser)
  • Massagem relaxante (14h – espaço da beleza)
  • Palestras Memória da Chapada – curador Luiz Borges (15h câmara municipal)
  • Feira Literária (16h tendas)
  • Exposição Pegadas (16h tendas)
  • Roda de Leitura – Pedaço de Mundo Hub (16h tendas)
  • Mostra de Cinema Luzes do Cerrado (16h – tenda circo)
  • Apresentação musical com experimentação som de cocho (19h – tenda circo)
  • Instalação de Pirâmides de Bambu (gramado da prefeitura)
  • Banda da PM (19h – palco 2)
  • Scort Som 20h (palco 2)
  • Trio Maravilha (palco principal)
  • Raça negra (palco principal)
  • Matheuzinho (palco principal)
  • Rodriguinho Simpatia (palco principal)

 

Sábado, 30 de julho

 

  • Yôga (Parque da Quineira)
  • Oficina de viola de cocho com mestre Alcides (09h às 11h – tenda oficina 1)
  • Oficina de aproveitamento dos resíduos de origem têxteis (09h às 11h – tenda oficina 2)
  • Oficina de inclusão visual em audiovisual com celulares (09h às 12h – tenda circo)
  • Exposição pegadas (14h – tendas)
  • Feira literária (14h tendas)
  • Roda de leitura – pedaço de mundo hub (14h tendas)
  • O grande rabanete (14h tendas kid)
  • Corredor Sensorial (14h – gramado da prefeitura)
  • Chapada beach – beach tênis, futevôlei e vôlei (14h na quadra de areia Homero Mouser)
  • Exposição Fé de Francisca (14h na praça de alimentação)
  • Oficina de Produção de Colares (14h na tenda oficina 1)
  • Oficina Bordadeiras (14h na tenda oficina 2)
  • Exposição Bordadeiras (14h na tenda de exposição)
  • Exposição Artes Visuais (14h na tenda de exposição)
  • Massagem Relaxante (14h em frente a prefeitura)
  • Espetáculo: a mala de fugir e outros contos (14h na tendas circo)
  • Palestras Memória da Chapada – curador Luiz Borges (15h na Câmara Municipal)
  • Oficina de Capoeira Kids e Roda de Capoeira (15h no gramado da prefeitura)
  • Mostra de Cinema Luzes do Cerrado (16h na tenda circo)
  • Apresentação: Flor do Cambambi (17h palco 2)
  • Grupo Jovens Umutina de Barra do Bugres (18h no palco 2)
  • Apresentação de Dança do Ventre (19h no palco 2)
  • Intervenção Artística – flash mob – com o Coreógrafo Fernando Pael (19h no circuito do evento)
  • Instalação de Pirâmides de Bambu (gramado da prefeitura)
  • Totó Bodega, Pitú e Creonice
  • Cotinha Cuiabana (20h no palco 2)
  • MP Rock (palco principal)
  • Seu Jorge (palco principal)
  • Heróis de Brinquedo (palco principal)
Leia Também:  Festival de Inverno tem gastronomia com furrundu e castanha baru com chocolate; veja programação

 

Domingo, 31 de julho

 

  • Oficina de Viola de Cocho com Mestre Alcides (9h às 11h na tenda oficina 1)
  • Oficina de aproveitamento dos resíduos de origem têxteis (9h às 11h na tenda oficina 2)
  • Oficina de inclusão visual em audiovisual com celulares (9h às 12h na tenda circo)
  • Exposição Pegadas (14h nas tendas)
  • Feira Literária (14h nas tendas)
  • Roda de Leitura – Pedaço de Mundo Hub (14h nas tendas)
  • Chapada Beach – beach tênis, futevôlei e vôlei (14h na quadra de areia – Homero Mouser)
  • Mediação de leitura – Cia Pé de Pano (14h às 17h na tenda kid)
  • Exposição Fé de Francisca (14h na praça de alimentação)
  • Oficina de reciclagem – vidro (14h às 17h na tenda oficina 2)
  • Exposição Criações Boliriê Umutina (14h na tenda de exposição)
  • Exposição Bordadeiras (14h na tenda de exposição)
  • Massagem Relaxante (14h no espaço da beleza)
  • Exposição Artes Visuais (14h na tenda de exposição)
  • Projeto Cabeça Som de Novo Tempo (14h na tenda oficina 1)
  • Mostra de Cinema Luzes do Cerrado (15h na tenda circo)
  • Instalação de Pirâmides de Bambu (gramado da prefeitura)
  • Nico e Lau (palco principal)
  • Pescuma, Henrique e Claudinho (palco principal)
  • Rick e Renner (palco principal)

 

Segunda, 1º de agosto

 

  • João Eloy (19h no palco 2)
  • Lucianinho dos Teclados (20h no palco 2)

 

Terça, 2 de agosto

 

  • Gilmar Fonseca (19h no palco 2)
  • Roberto Lucialdo (20h palco 2)

 

Quarta, 3 de agosto

 

  • Sarah e Lívia (palco 2)
  • Brito Jr e Gabriel (palco 2)

 

Quinta, 4 de agosto

 

  • Kinyou Mega Show (palco 2)
  • Erre Som (palco 2)

 

Sexta, 5 de agosto

 

  • Nicolina e Laurenço
  • Penelope
  • Comadi Creonice (palco 2)
  • Brito Jr e Gabriel (palco 2)
  • Mc Dentinho (palco 2)
  • Yuri e Gustavo (palco principal)
  • Matheus e Kauan (palco principal)
  • Zé e Leandro (palco principal)

 

Sábado, 6 de agosto

 

  • Almerinda
  • Tcho Bepp Banga News (19h no palco 2)
  • Flor do Cambambi (20h no palco 2)
  • Flor ribeirinha (21h no palco 2)
  • Sarah e Lívia (palco principal)
  • Almir Sater (palco principal)
  • Jonathan e Adam (palco principal)

 

Domingo, 7 de agosto

 

  • DJ Gilmar (16h no palco principal)
  • Karine larre (17h no palco principal)
  • Jet Lag (19h no palco principal)

 

Sexta, 12 de agosto

 

  • Fernanda Santos (palco principal)
  • Yuri Lima (palco principal)
  • Gabriela Rocha (palco principal)

 

Sábado, 13 de agosto

 

  • Louvor e Aliança (20h no palco principal)
  • Isadora Pompeu (palco principal)

 

O 35° Festival de Inverno é uma parceria entre a Prefeitura de Chapada dos Guimarães e a Rede Mato-grossense de Comunicação (RMC).

Segundo a coordenação do evento, haverá a soltura de balões, para fazer o espetáculo no céu na cidade, e um balão amarrado, no qual o público vai poder subir e descer. Além disso, também vai haver palestras, cinema e stand-ups.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA