.
.

Esportes

Mixto estreia hoje no Estadual da Série B contra o Paulistano no Dutrinha

O duelo acontece no Dutrinha, às 16 horas, válido pela primeira rodada da competição

Publicados

em

image_pdfimage_print

Vai começar o Campeonato Mato-grossense da 2ª divisão / Edição 2022. O Mixto Esporte Clube estreia na tarde deste sábado (23) contra o Paulistano. O duelo acontece no Dutrinha, às 16 horas, válido pela primeira rodada da competição. Estão no grupo do Tigre: Campo Novo do Parecis, Operário F.C Ltda, Paulistano e Sinop.

 

Dez clubes estarão na disputa por duas vagas na elite do futebol do Mato Grosso na próxima temporada. O Mato-grossense da Série B / Edição 2022, dará ao campeão e vice o acesso a elite do futebol mato-grossense em 2023.   A competição terá início neste final de semana com quatro jogos. Cuiabá, Cáceres e Primavera sediarão os duelos da rodada de abertura.

 

Lembrando que Cacerense e Campo Novo do Parecis folgam na rodada.   A competição é formada em dois grupos divididos de forma regionalizada, com as equipes se enfrentando em turno único. Os dois primeiros colocados de cada chave farão as semifinais em jogos de ida e volta. A final será decidida em jogo único (mando de estádio do clube com a melhor campanha).

Leia Também:  Cuiabá recorre à CBF e emite nota contra 'pênalti inexistente"

 

Confira os confrontos:

– Cáceres x Poconé – Sábado, às 15h / Estádio Geraldão

– Paulistano x Mixto – Sábado, às 16h / Estádio Presidente Dutra

– Primavera x Araguaia – Domingo, às 15h / Estádio Cerradão

– Operário F.C Ltda x Sinop – Domingo, às 16h / Estádio Presidente Dutra

 

Grupos

 

– Grupo A: Araguaia, Cáceres, Cacerense, Primavera e Poconé.

 

– Grupo B: Campo Novo do Parecis, Mixto, Operário F.C Ltda, Paulistano e Sinop

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Cuiabá recorre à CBF e emite nota contra ‘pênalti inexistente”

Publicados

em

image_pdfimage_print

O Cuiabá vai entrar com um protesto formal na CBF contra o árbitro que apitou a derrota do Dourado por 2 a 1 para o São Paulo, no Morumbi, no último domingo (15), Alexandre Tavares de Jesus,

Segundo o nota emitida pelo Cuiabá, o juiz “Alexandre Tavares de Jesus fez sua estreia de forma esdrúxula e marcou um pênalti inexistente” e “deu-se ao luxo de não consultar o VAR sabe-se lá porque” no lance que resultou na expulsão do atleta Jonathan Cafú.

No lance do pênalti, a cabine do VAR não chamou o árbitro e manteve a decisão de campo. O argentino Jonathan Calleri converteu a penalidade máxima e empatou o jogo. Em outra polêmica, o VAR interveio no lance do atleta Jonathan Cafu e chamou o juiz para revisar o lance que nem falta tinha sido marcada.

“O Cuiabá informa que fará protesto formal na CBF, embora saiba que este tipo de atitude dificilmente gere alguma consequência palpável”, escreveu o clube em uma nota oficial emitida logo após a partida.

O Cuiabá perdeu para São Paulo no Morumbi por 2 a 1;

Leia Também:  Cuiabá recorre à CBF e emite nota contra 'pênalti inexistente"
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA