.

Mato Grosso

Filme documental sobre Barão de Melgaço será exibido na TV aberta neste sábado (19)

Publicados

em

image_pdfimage_print


Barão de Melgaço – O bretão cuiabanizado Augusto Leverger, filme documental dirigido por Leonardo Sant’Ana, com produção executiva de José Paulo Traven, entra para a programação da TV Centro América e será exibido neste sábado (19), às 23h55, no Supercine, logo após o programa Altas Horas.

De acordo com Paulo Traven, o longa-metragem conta a trajetória do militar franco-brasileiro, destaque na Guerra do Paraguai e presidente da província de Mato Grosso em várias ocasiões.

“Trata-se de um trabalho primoroso que integra cinema e animação em uma produção documental, em memória aos 140 anos da morte de Augusto Leverger – patrono na Academia de Letras e no Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso”.

Traven explica ainda que para isso, foram entrevistados historiadores e pesquisadores como João Carlos Vicente Ferreira, Suely da Costa Campos, João Antônio Lucídio, Eduardo Mahon, Elizabeth Madureira, Maria Adenir Peraro e Ernesto de Sena.

“Em 93 minutos, os entrevistados destacam fatos e curiosidades sobre o Barão de Melgaço, que foi também historiador e geógrafo e tinha entre seus principais interesses a hidrografia. Ele foi a figura mais importante da literatura mato-grossense de sua época e aumentou sua coleção de prêmios, condecorações e honrarias com o título de Barão de Melgaço, concedido pelo Imperador Dom Pedro II, em 1865, colocando-o no mesmo patamar do Barão de Rio Branco e de Mauá”, conta Traven.

Leia Também:  Sinfra recebe novos engenheiros e reforça atuação para melhoria da infraestrutura em MT

Barão de Melgaço – O bretão cuiabanizado Augusto Leverger foi viabilizado por meio de Emenda Parlamentar destinada em 2017 pelo deputado Alan Kardec e é uma realização da Associação Mato-grossense de Inclusão Sócio Cultural/ AMISCIM e produção Terra do Sol filmes, Assembleia Legislativa de Mato Grosso e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Em Mato Grosso, 14 municípios estão com risco alto de contaminação pela Covid-19

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou, nesta terça-feira (03.08), o Boletim Informativo n° 513 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra, a partir da página 11, que 14 municípios registram classificação de risco alto para o coronavírus. São eles: Alta Floresta, Barra do Garças, Canarana, Cuiabá, Figueirópolis D’Oeste, Jangada, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Primavera do Leste, Salto do Céu, Santa Rita do Trivelato, São José do Povo, Sapezal e Vale de São Domingos.

Outras 127 cidades estão classificadas na categoria moderada para a contaminação do coronavírus. Nenhum município foi classificado com risco muito alto ou baixo para a Covid-19.

Novo método para classificação

O método para definir a classificação de risco dos municípios foi aprimorado. A mudança foi publicada no Diário Oficial do dia 25 de março de 2021. Desde então, não é levado em consideração apenas o número absoluto dos casos dos últimos quatorzes dias, mas sim a média móvel dos últimos quatorzes dias.

Leia Também:  Estado aplica multas de R$ 11 milhões e torna empresas inidôneas para contratar com o poder público

Assim, o município não sofrerá uma mudança brusca de um boletim para o outro; a cidade ficará na mesma categoria por pelo menos duas semanas, conforme sua média móvel de casos.

Também foi aperfeiçoado o cálculo dos casos acumulados. Antes eram considerados os casos acumulados a partir do dia 1º de dezembro de 2020. Com a nova metodologia, a análise será realizada sempre com base nos casos acumulados dos últimos 90 dias.

Confira as medidas de acordo com a classificação de risco:

• Nível de Risco MODERADO

a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para o Nível de Risco BAIXO;

b) quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias.

• Nível de Risco ALTO

a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para os Níveis de Risco BAIXO e MODERADO;

b) proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração;

c) proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos, devendo ser disponibilizado canais de atendimento ao público não presencial;

Leia Também:  "Leite materno é alimento de ouro nos primeiros seis meses de vida", afirma pediatra

d) adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória, iniciando com incentivo à quarentena voluntária e outras medidas julgadas adequadas pela autoridade municipal para evitar a circulação e aglomeração de pessoas.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA