Mato Grosso

Número de inscritos no Mais MT Muxirum supera expectativas em Nova Brasilândia

Publicados

em

image_pdfimage_print


Com número de inscrições acima da expectativa, o programa Mais MT Muxirum é sucesso em Nova Brasilândia. Foram formadas 12 turmas, uma delas no Lar dos Idosos. Já são 120 estudantes aprendendo as primeiras letras. O atendimento acontece até mesmo na residência de idosos que, por problema de saúde, não podem se deslocar.

Essa é a terceira vez que o município adere ao programa que tem como objetivo erradicar o analfabetismo em Mato Grosso, entre pessoas com mais de 15 anos, nos próximos cinco anos.

Nas edições anteriores, durante três anos, cerca de 210 pessoas foram alfabetizadas.

Secretário Municipal de Educação, Cultura e Desporto de Nova Brasilândia, Junior Aparecida de Oliveira destaca que durante a pausa na realização do programa, devido à pandemia da Covid-19, a população sentiu falta das aulas. “Houve muita procura pela continuidade do Mais MT Muxirum.  Os alunos que foram alfabetizados nos anos anteriores também procuraram a secretaria para serem inseridos nas classes de alfabetização da Educação de Jovens e Adultos, já queriam dar continuidade aos estudos”.

Leia Também:  1º Comando Regional faz planejamento de reforço no policiamento da Capital

As aulas começaram no mês setembro. O Mais MT Muxirum é desenvolvido em uma parceria entre Estado e municípios, com turmas reduzidas entre 10 e 15 alunos, respeitando as regras de biossegurança contra a Covid-19.

“Eu dou a nota 10 para o programa, que vem para atender o anseio da população que não teve a oportunidade de ser alfabetizada na idade certa e tem sonhos de ler e escrever o nome. Ou seja, é um programa que vem de encontro com a necessidade de cada município, que tem um papel fundamental, também, de fomentar essas ações”, ressalta Júnior.

A coordenadora do projeto no município, Maria Bernadete Soehn da Costa, destaca que houve um trabalho amplo de divulgação, de busca ativa dos estudantes e, com a garantia de todas as medidas de biossegurança, a população aderiu de forma ampla, superando a expectativa das inscrições.

Ela afirma que a experiência como coordenadora é gratificante e produtiva e destaca o apoio do secretário municipal e da equipe da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT).

Leia Também:  Inscrições para conferência contra corrupção terminam nesta sexta-feira

“O Projeto Mais MT Muxirum veio para fazer a diferença na vida das pessoas que não sabem ler e escrever. Com o programa, poderão ir a um banheiro público sem passar constrangimento de perguntar qual é o masculino ou feminino, ler placas na rua, evitando acidentes. Vão deixar de usar a digital, pois saberão assinar o próprio nome”, afirma a coordenadora.

Alfabetizadora no município, Célia Gomes Nelo Oliveira está presente desde o primeiro ano de adesão ao programa, em 2018. Para ela, cada ano é uma experiência nova e repleta de aprendizado, para ambos os lados.

“Eu gosto muito e acompanho até depois que o programa termina, porque é muito bom ver eles se sentirem felizes com isso. Esse projeto me trouxe muita felicidade, ouvir um aluno dizer que hoje está assinando o próprio nome é bom demais”, finaliza. (Com supervisão de Andréia Fontes)

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Mato Grosso propõe criação de Rede de Escola de Formação Nacional durante 120º Consad

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


O Secretário de Planejamento e Gestão de Mato Grosso, Basílio Bezerra, e outros 22 gestores firmaram, durante reunião do 120º Fórum Nacional de Secretários de Estado de Administração do Consad, um Termo de Cooperação Técnica que cria a Rede de Escolas de Formação dos Estados voltada à qualificação profissional de servidores públicos estaduais de todo Brasil.

A parceria proposta por Mato Grosso visa o desenvolvimento de competências profissionais, relacionadas com o aperfeiçoamento do potencial do ser humano e a capacitação dos servidores públicos do Executivo de cada Estado e segmentos estratégicos da sociedade, tornando-os capazes de se inserir na sociedade, dentro de suas novas exigências e seus novos paradigmas.

“Nossa ideia é criar uma plataforma de cursos comuns para que todas as escolas de formação do país usem e compartilhem, principalmente aqueles na modalidade de Ensino à Distância, além do compartilhamento de tecnologia e conteúdo. Uma espécie de Escola de Governo Nacional, envolvendo todos os estados e o Distrito Federal”, declarou o titular da Seplag, que participou do evento na semana passada, em Maceió – Alagoas.

Leia Também:  Escritora mirim lança livro que narra "aventuras" inspiradas no cotidiano

O objetivo é o desenvolvimento institucional e da gestão pública, mediante a implementação de ações conjuntas ou de apoio mútuo e de atividades complementares de interesses comuns, a fim de propiciar a correta e moderada aplicação dos recursos públicos, embasados na transparência, legalidade, economicidade, moralidade e probidade.

Cada estado articulará em âmbito estadual, interestadual e nacional a viabilização da parceria, cederá mecanismo de divulgação com vistas a difundir boas práticas na administração pública disponibilizando instrumentos de comunicação corporativos, promoverá atividades conjuntas de educação corporativa na modalidade presencial ou a distância, por meio de cessão, elaboração ou adaptação de cursos, bem como a realização de ações de apoio à sua execução.

Entre as obrigações das instituições envolvidas estão a articulação interinstitucional para viabilização de ações conjuntas, cessão de mecanismo de divulgação com vistas a difundir boas práticas na administração pública por meio de disponibilização de instrumentos de comunicação corporativos, como links institucionais nos respectivos portais dos órgãos.

Segundo o superintendente da Escola de Governo do Estado, Josué Ribeiro, a ideia é que esta rede facilite o funcionamento dos cursos de formação para os servidores e que um estado possa suprir a necessidade que o outro tem. “Trabalharemos de forma integrada, disponibilizando vagas uns para os outros para que consigamos atingir áreas que separadas eram mais difíceis de serem atendidas”, finalizou.

Leia Também:  Hospitais filantrópicos estão isentos de ICMS da energia elétrica até 2024

Sobre o Consad

O Conselho Nacional de Secretários de Estado (Consad) reúne representantes de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. O colegiado promove encontros periódicos, visando a troca de experiências e a busca de soluções para o aperfeiçoamento da gestão pública no Brasil.

A proposta da entidade, em todas as suas frentes de trabalho, tem sido pensar modelos de gestão pública com foco em resultados e voltados para o bom atendimento ao cidadão. Um colegiado que se fortaleceu ao longo dos anos, pautado por um ambiente de trabalho plural, multipartidário, e por isso mesmo propício ao debate e ao desenvolvimento da administração pública estadual, mantendo espaços permanentes de troca de experiências e de discussão sobre boas práticas de gestão.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA