.

Mato Grosso

Obras do cacerense Natalino Ferreira Mendes será disponibilizada em site

Publicados

em

image_pdfimage_print


O projeto “Natalino Ferreira Mendes: um mestre da cultura mato-grossense” contemplado no Edital Conexão Mestres da Cultura – Marília Beatriz de Figueiredo Leite, está voltado para a seleção dos inéditos, a pesquisa e o registro histórico da vida e obra do escritor, em diferentes plataformas midiáticas. Os arquivos históricos estarão disponíveis em um documentário e site que, juntos contarão a história do professor Natalino, cuja trajetória pessoal e profissional, é parte da história cultural de Cáceres.

Além do documentário, parte de sua obra publicada e já esgotada está sendo digitalizada e ficará à disposição do público no site. A previsão é que o documentário e o site sejam lançados em junho deste ano. Também está em edição uma obra inédita, em dois volumes, intitulada “Fragmentos da história cultural de Cáceres (e outros fios da memória)”. O lançamento dos livros será de forma remota, de 20 de abril a 10 de junho, em instituições, grupos e núcleos de pesquisa das Universidades e escolas púbicas e particulares de Cáceres.

Esse trabalho visa a difusão do seu legado histórico-cultural e, a médio prazo, irá impulsionar as atividades dos eventos de comemoração do Centenário de seu nascimento, em 2024, organizado pelo Instituto Histórico e Geográfico Cáceres (IHGC) com apoio da família.

Leia Também:  Seduc realiza semana de acompanhamento da saúde dos servidores de 11 municípios

Pioneiro ao tratar de obras sobre a história da fundação e da administração política de Cáceres, ele escreveu a cidade em prosa e em verso, além de possuir uma folha de serviços prestados à educação, ao poder público e à comunidade. O conjunto de sua obra constrói um panorama histórico e sociocultural de significativo valor documental e memorialístico, colocando Cáceres no macrossistema de representação nacional e internacional.

O mestre homenageado

Natalino Ferreira Mendes nasceu em Cáceres, no dia 3 de janeiro de 1924 e faleceu em 23 de dezembro de 2011, aos 87 anos, na sua cidade natal. Desempenhou diversas funções ao longo de sua carreira profissional. Foi diretor e professor do Instituto 11 de Março e do Colégio Estadual Onze de Março. Também foi Secretário de Administração, de Desenvolvimento Social e Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal de Cáceres.

O professor Natalino também foi membro da Academia Mato-Grossense de Letras, onde ocupou a cadeira 15, a qual é atualmente ocupada pela sua filha Olga Maria Castrillon-Mendes. Além disso, também foi membro do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, e presidente de honra do Instituto Histórico e Geográfico Cáceres (IHGC).

Leia Também:  Cinco motoristas são presos por embriaguez ao volante em blitz da Lei Seca

Obras esgotadas e digitalizadas

Algumas das obras de Natalino estão sendo digitalizadas e serão disponibilizadas no site http://www.natalinoferreiramendes.com.br/ que está em fase de finalização. Leitores e pesquisadores terão acesso às seguintes obras: História de Cáceres – História da Administração Municipal (1ª e 2ª edições); Efemérides Cacerenses (volumes 1 e 2); História de Cáceres (Tomo II) – Origem, Evolução, Presença da Força Armada; Memória Cacerense; Anhuma do Pantanal; e Pássaro Vim-vim.

Participam deste projeto, escritores, professores e representantes institucionais: Eduardo Mahon (Escritor e PPGEL/UNEMAT), Edson Flávio Santos (PMC/Núcleo Wlademir Dias-Pino/PPGEL/UNEMAT), Linnet Mendes Dantas (FAPAN/UNEMAT/IHGC), Paulo S. Fanaia Teixeira (IHGC), Maria do Socorro S. Araújo (ProfHistória/UNEMAT/IHGC), Neuza Zattar (IHGC), Maria Elisabete N. de Oliveira e Jocineide C. M. de Sousa (CEFAPRO), Acybe de Souza Coutinho (Escola “Natalino Ferreira Mendes”) e Maria do Carmo Silva (Escola Municipal/PNE).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Domingo (16): Mato Grosso registra 382.621 casos e 10.420 óbitos por Covid-19

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (16.05), 382.621 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 10.420 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 691 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 382.621 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.634 estão em isolamento domiciliar e 362.030 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 407 internações em UTIs públicas e 316 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 77,23% para UTIs adulto e em 36% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (81.168), Rondonópolis (28.037), Várzea Grande (26.662), Sinop (20.032), Sorriso (13.081), Tangará da Serra (12.674), Lucas do Rio Verde (11.786), Primavera do Leste (10.263), Cáceres (8.088) e Alta Floresta (7.355).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Cantor e compositor lança álbum inspirado nas tradições do povo cuiabano

O documento ainda aponta que um total de 326.676 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 586 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (15), o Governo Federal confirmou o total de 15.586.534 casos da Covid-19 no Brasil e 434.715 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava  15.519.525 casos da Covid-19 no Brasil e 432.628 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (16).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Virginia Mendes recebe primeira dose da vacina contra a Covid-19

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA