Slide Heading
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Click Here

Mato Grosso

Operação Abafa fiscaliza 17 propriedades e aplica R$ 4,2 milhões em multas na Região Amazônica

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) realizou mais uma etapa da Operação Abafa, em parceria com a Polícia Militar, entre os dias 3 e 13 de novembro, nas regiões de Peixoto de Azevedo, Marcelândia e União do Sul. Foram fiscalizadas 17 propriedades e aplicados R$ 4,2 milhões em multas.

Grande parte das infrações verificadas in loco está relacionada ao desmatamento a corte raso de vegetação nativa, objeto especial preservação consumado mediante uso do fogo. Também foram flagrados instalação de atividade pecuária sem licença e desmatamento em área embargada.

Outros danos verificados foram corte de espécie proibida, vegetação severamente danificado pelo fogo, uso de recursos hídricos sem licença ambiental e atividades agrícolas em área embargada.

A operação ocorreu em período que estava proibido o uso de fogo em áreas rurais para limpeza e manejo, levando em consideração o risco de incêndios florestais de grandes proporções. O decreto que estabelece o período proibitivo seguiu ativo até o dia 12 de novembro.

A Operação Abafa Amazônia foi lançada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e de Segurança Pública (Sesp-MT) no mês de agosto de 2019 com objetivo de combater crimes ambientais e incêndios.

Leia Também:  Unemat inaugurou o Centro de Inovação e Redes Inteligentes em Cáceres
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Após licitação milionária do Iphone, membros do MPE podem receber auxílio saúde de R$ 1,5 mil

Publicados

em

Após uma licitação que pode “presentear” os promotores e procuradores de Justiça com 201 telefones celulares Iphone 11, no valor de R$ 8,3 mil cada, o Ministério Público Estadual pode implantar novos benefícios aos promotores e procuradores de Justiça.

Cada um dos membros poderá receber R$ 1,5 mil a título de “auxílio saúde”.

A informação foi revelada pelo procurador-geral de Justiça licenciado, e candidato à reeleição no órgão para o biênio 2021/2023, José Antônio Borges Pereira. Num comunicado distribuído nesta quarta-feira (2), ele “felicitou” os promotores e procuradores de justiça do MPMT ao informar que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aprovou o benefício atual, que é de R$ 1 mil.

“É com imensa satisfação que informo que na presente data o CNMP regulamentou, por resolução, o programa de assistência à saúde para membros e servidores do Ministério Público”, comemorou José Antônio Borges.

A “excelente notícia” aos membros do MPMT, acreditem, pode ficar ainda mais “assombrosa”. José Antônio Borges “prometeu” subir o auxílio para R$ 1,5 mil se for reeleito. O resto dos servidores do órgão também não foram esquecidos e podem ver o benefício atual subir de R$ 500 para R$ 750.

Leia Também:  Corpo de Bombeiros recebe cão para auxiliar nas ocorrências de busca, resgate e salvamento

“Reafirmo compromisso de ajustar, já no início da próxima gestão, o valor do referido auxílio para R$ 1.500,00 para membros, e R$ 750,00 para servidores”, diz outro trecho do comunicado.

Em maio de 2020, o conselheiro do CNMP, Sebastião Vieira Caixeta, determinou em decisão liminar a suspensão do pagamento do auxílio-saúde no órgão em Mato Grosso. A medida atendeu a uma representação do também conselheiro Valter Shuenquener.

José Antônio Borges, porém, revelou no comunicado que os pagamentos do auxílio-saúde que não foram realizados desde maio deste ano por decisão do CNMP poderão ser pagos de forma retroativa. No final, consequentemente, o benefício vai acabar sendo repassado de qualquer forma, fazendo com que 2020 seja um ano “inesquecível” não só para o Brasil e o mundo, mas também para o MPMT.

O processo eleitoral começa oficialmente no órgão no próximo dia 11 e vai até 14 de dezembro.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA