Mato Grosso

Policiais penais impedem entrada de quatro drones, aparelhos celulares e drogas na Mata Grande

Publicados

em

image_pdfimage_print


Somente nesta terça e quarta-feira (12 e 13.10), policiais penais da Penitenciária Major PM Eldo Sá (Mata Grande), em Rondonópolis, impediram a entrada de quatro drones, quatro celulares e porções de entorpecentes na unidade.

As diferentes ocorrências foram registradas ao longo dos dois dias, durante o plantão dos servidores. Na terça-feira, o Plantão Bravo apreendeu dois dos quatro drones, que estavam caídos no perímetro da unidade. Neste mesmo dia, durante procedimento de revista na cela 8 do Raio II, foram encontrados dois aparelhos celulares smartphone e um fone de ouvido.

Já na manhã desta quarta-feira, o policial penal que fazia a vigilância na Torre II viu quando um aparelho drone realizava uma descarga de substâncias entorpecente no Raio III. Os policiais conseguiram abater o objeto, que caiu neste mesmo raio.

No período da tarde desta quarta-feira, policiais penais das Torres II e III detectaram mais um drone sobrevoando a unidade com materiais ilícitos. De imediato, a equipe de contenção foi acionada, se dirigindo para a laje do Raio II e obteve êxito em apreender o equipamento.

Leia Também:  SES inicia reforma e modernização da Escola de Saúde Pública
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

“Setor de base florestal apoia plenamente o programa Carbono Neutro MT “, afirma presidente do Cipem

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


O presidente do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), Rafael Masson, afirma que o setor apoia a iniciativa do Estado de implementação do Programa Carbono Neutro MT, lançado nesta segunda-feira (25.10). A meta voluntária do Estado é neutralizar os gases do efeito estufa até 2035.

“O Estado está levando mais uma bandeira muito forte para o mundo e para o Brasil, e o setor apoia plenamente o programa. Somos da base florestal, com muito orgulho, temos mais de 4,7 milhões de hectares em manejo sustentável no estado”, disse Masson durante a cerimônia de lançamento.

Com o fortalecimento das metas ambientais do Programa Carbono Neutro MT, a projeção é alcançar 6 milhões de hectares de manejo susntentável até 2030. O manejo sustentável é a estração de ativos da floresta com o menor impacto anbiental, preservando a mata em pé. 

O Cipem foi uma das instituições que aderiram ao programa como apoiadores, e que farão campanhas para disseminar as metas e os resultados. Também assinaram a Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), a Associação dos Produtores de Soja  (Aprosoja-MT),  Associação Matogrossense dos Produtores de Algodão (AMPA), Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac), União Nacional do Etanol de Milho (UNEM),  e Ação Verde.

Leia Também:  Seis drones são apreendidos na Mata Grande em menos de uma semana

O Cipem é a união de oito sindicatos patronais de Base Florestal, que tem o objetivo de organizar e fortalecer o setor. Incentiva a produtividade e o consumo consciente de madeira e seus subprodutos de forma sustentável, com respeito a legislação vigente e em harmonia com o meio ambiente.

Carbono Neutro MT

O Programa Carbono Neutro MT foi instituído pelo decreto 1.160/2021, com o objetivo de fortalecer 12 ações que contribuem para o desenvolvimento sustentável, gerando o equilíbrio entre as emissões e remoções de gases do efeito estufa.

As medidas elencadas como importantes para a descarbonização de MT são:  a manutenção do ativo florestal do estado, manejo florestal sustentável, regularização fundiária, melhorias na gestão de áreas protegidas, reflorestamentos comerciais, restauração de florestas, redução do risco de incêndios, manejo sustentável para a produção agropecuária, proteção de vegetação secundária em áreas de desmatamento legal, recuperação de pastagens, integração lavoura-pecuária-floresta, e produção e consumo de biocombustíveis.

As ações serão ajustadas e revisadas constantemente para adequação às inovações tecnológicas e mudanças de conjuntura político-sociais. O decreto também institui o Comitê Gestor do Programa para monitorar os resultados.

Leia Também:  Cepesca discute pesca esportiva no Parque Nacional do Juruena

Mato Grosso criou também quatro categorias do Selo Carbono Neutro MT: compromissário, apoiador, carbono 0%, e financiador. O selo será uma certificação importante para as empresas que querem mostrar o seu compromisso com o meio ambiente. 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA