.

Mundo

Cobra escapa da casa do vizinho e morde pênis de idoso

Publicados

em

image_pdfimage_print

Na manhã desta última segunda-feira (05) um idoso de 65 anos teve o pênis picado por uma cora píton. A vítima sentou no vaso sanitário de seu apartamento e sentiu uma picada forte e saiu da privada com um pulo de susto e dor.

Ao olhar no fundo do vaso avistou uma cobra o “encarando”. Ele imediatamente acionou a polícia que levaram junto um especialista em répteis para retirar o animal.

Foi detectado que a serpente, uma cobra albina de 1,5 metro, era de outro apartamento e que havia escapado por um ralo e foi parar no banheiro da vítima.

O vizinho do idoso mantém um total de 11 cobras não venenosas e uma lagartixa em seu apartamento em gaiolas e gavetas especialmente projetadas. Ele foi encaminhado ao Ministério Público por lesão corporal negligente. Os serviços de animais também foram alertados da presença de um grande número de cobras potencialmente perigosas no endereço.

O idoso foi encaminhado para um hospital da cidade de Graz, na Áustria onde ocorreu o fato para que pudesse ser tratado por “ferimentos leves”.

Leia Também:  Aluno de medicina fica em choque ao achar corpo de amigo em aula de anatomia

 

Jornalista: Fabiane Serra

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mundo

Aluno de medicina fica em choque ao achar corpo de amigo em aula de anatomia

Publicados

em

image_pdfimage_print

Um aluno de medicina por nome de Enya Egbe, de 26 anos levou o maior susto de sua vida ao chegar na aula de anatomia e ver que o cadáver a ser estudado tratava-se de seu amigo Divine.

Enya entrou em choque e saiu correndo em pratos para fora da sala. Outros colegas o seguiram para ver o que se passava e o estudante explicou o fato.

Divine estava com duas perfurações de balas em seu peito. Havia chegado na faculdade como se fosse o corpo de um criminoso, como era de costume, na Nigéria, universidades aceitarem corpos de bandidos para estudarem.

Além da surpresa de ver o amigo morto, Enya sabia que aquele corpo não era de uma pessoa criminosa. Então ele ligou para os pais de seu amigo e comunicou o ocorrido. A família do cadáver informou que sabia que o filho havia sido preso após uma “noitada” (que ele havia saído para bebe com mais outros dois colegas), mas que já havia percorrido várias delegacias e não encontrava o filho.

Leia Também:  Aluno de medicina fica em choque ao achar corpo de amigo em aula de anatomia

Egbe, ele ficou tão traumatizado ao ver o corpo do amigo que abandonou os estudos por semanas, imaginando Divine em pé ao lado da porta, sempre que tentava entrar na sala de anatomia. Ele se formou um ano depois de seus colegas de classe e agora trabalha em um laboratório.

A família de Divine conseguiu fazer com que alguns dos oficiais envolvidos no assassinato fossem demitidos — justiça que muitos consideram ser insuficiente, mas melhor do que a vivida por muitos outros nigerianos cujos entes queridos foram vítimas de violência policial e também podem ter acabado em escolas de Medicina em todo o país.

Jornalista: Fabiane Serra

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA