Mundo

EUA vão exigir teste negativo de covid para entrada a partir do dia 26

Publicados

em

A entrada nos Estados Unidos (EUA) só será permitida, a partir de 26 de janeiro, a passageiros que apresentem um teste de covid-19 negativo, anunciaram as autoridades.

De acordo com o Centro para o Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês), o teste só será aceito se tiver sido realizado nos três dias anteriores à partida do voo para os Estados Unidos.

As companhias aéreas serão obrigadas a impedir o embarque de passageiros que não possuam teste negativo ou, em alternativa, prova de que tenham se recuperado de uma infeção do novo coronavírus.

Em comunicado divulgado pelo CDC, o diretor do Centro, Robert R. Redfield, admite que os testes “não eliminam todos os riscos” de propagação do vírus, mas “quando combinados com um período de isolamento e precauções cotidianas, como o uso de máscaras e distanciamento social, podem tornar as viagens mais seguras, saudáveis e responsáveis, contendo a propagação nos aviões, aeroportos e locais de destino”.

A determinação do CDC vem na sequência de medidas anteriores para passageiros provenientes do Reino Unido, depois de ter sido detectada no país uma nova estirpe de covid-19, mais infecciosa do que a conhecida.

Leia Também:  'Voltaremos de alguma forma', diz Donald Trump, após deixar a Casa Branca

Até hoje, os Estados Unidos registravam mais de 22 milhões de casos de covid-19 e um total de mais de 375 mil mortes.

A pandemia provocou pelo menos 1.945.437 mortes resultantes de mais de 90,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo balanço da AFP.

Em Portugal, morreram 8.080 pessoas dos 496.552 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

O estado de emergência decretado em 9 de novembro para combater a pandemia foi renovado com efeitos desde a 0h de 8 de janeiro, até o dia 15.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus, detectado no fim de dezembro de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

 

Por RTP

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mundo

Explosão atinge prédio no centro de Madri e deixa ao menos 3 mortos

Publicados

em

Uma explosão em um prédio no centro de Madri deixou ao menos três mortos e oito feridos nesta quarta-feira (20). Segundo o prefeito da capital espanhola, José Luis Martínez-Almeida, a explosão pode estar relacionada a um vazamento de gás.

A emissora pública espanhola TVE disse que uma das vítimas é uma mulher de 85 anos. Um porta-voz do governo de Madri confirmou que um dos mortos não era morador do prédio e passava pela rua no momento da explosão. Não foram divulgadas informações sobre a terceira vítima.

Pelo menos quatro andares do edifício, que fica em cima de uma igreja na Rua de Toledo, foram atingidos por volta das 3h da tarde (11h de Brasília), segundo o serviço de emergências de Madri. Há risco de que a estrutura do prédio tenha sido afetada.

Na hora do acidente, acontecia a instalação de um sistema de aquecimento de água, segundo um representante do governo de Madri.

Uma equipe do corpo de bombeiros ainda tenta controlar um incêndio dentro da área atingida.

Leia Também:  Explosão atinge prédio no centro de Madri e deixa ao menos 3 mortos

Cães farejadores foram levados ao local para buscar por pessoas sob os escombros. Ao menos uma pessoa está desaparecida.

O prédio atingido e imediações
O vigário-geral de Madri, Avelino Revilla, explicou que o prédio de seis andares pertence à igreja da Virgem da Paloma, que fica no térreo.

O edifício é dividido entre salões da igreja e apartamentos de aluguel. Um grupo de padres que vivia no local foi levado para o hospital, disse Revilla.

Imagens de televisão mostraram uma equipe do serviço de emergências de Madri atendendo algumas vítimas na calçada. Uma residência de idosos, próxima ao local, foi evacuada. Bares, restaurantes e hotéis da região acolheram os moradores do asilo.

Parte da parede do prédio caiu sobre o pátio de uma escola que fica ao lado. Não havia atividades na área de fora no momento do incidente.

A Rua de Toledo fica próxima ao monumento do Arco de Toledo, ponto turístico da capital espanhola. Além de prédios residenciais, a área tem diversos bares e restaurantes.

Leia Também:  'Voltaremos de alguma forma', diz Donald Trump, após deixar a Casa Branca

 

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA