.

Mundo

Homem é internado após tomar estimulante para cavalo e ficar 2 dias com ereção

Publicados

em

image_pdfimage_print

Um homem foi hospitalizado com uma ereção de ‘três dias’ após tomar um estimulante sexual ‘usado para criação de touros’ no México .

O indivíduo, que não foi identificado, foi submetido a uma cirurgia urgente no Specialist Hospital 270 na cidade de Reynosa, na fronteira dos Estados Unidos com o México, após verificar a persistência da condição.

Ele tomou drogas quando planejava fazer sexo com uma mulher de 30 anos, noticia o jornal peruano La Republica.

‘Ele foi internado no Hospital Especializado 270 da cidade de Reynosa’, disseram os médicos ao jornal.

‘Ele tomou um estimulante sexual que comprou em Veracruz, usado pelos fazendeiros daquela região para revigorar touros para inseminação.’

O homem teria viajado para Veracruz, no leste do México, para comprar o estimulante usado para gado.

Não houve atualizações sobre sua condição após a cirurgia.

O priapismo é uma ereção dolorosa de longa duração. Pode causar danos permanentes ao pênis se não for tratada rapidamente.

Normalmente, a maioria das ereções cede logo após o clímax. Em casos raros, quando persiste por mais de quatro horas, é uma emergência médica.

Leia Também:  Menina de 3 anos morre após pai forçá-la a entrar em uma banheira de água quente

Os médicos de emergência tentarão diminuir a ereção, alguns recorrendo à drenagem do sangue do pênis com uma agulha.

Se as tentativas forem malsucedidas, os pacientes serão arrastados para uma cirurgia para drenar fisicamente o sangue do pênis.

Para os homens que precisam de cirurgia, a probabilidade é que seu pênis não funcione mais para fins eréteis e alguns recebem próteses para permitir que mantenham sua vida sexual.

Fonte: Daily Mail

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mundo

Menina de 3 anos morre após pai forçá-la a entrar em uma banheira de água quente

Publicados

em

image_pdfimage_print

Na Líbia , no distrito de Ajdabiya, uma menina de três anos morreu após ter sido forçada pelo seu pai, a se sentar em uma banheiro de água quente por mais de uma hora. As informações foram apuradas pelo Metro UK.

O pai da criança, que não teve sua identidade revelada, se encontrava irritado, pois sua filha estava com diarreia, de acordo com relatos. Conforme divulgaram os veículos de comunicação libaneses, a nome da menina de três anos seria Rabiha Khaled Abdel Hamid e ela chegou a ser encaminhada para uma unidade de saúde, porém, acabou morrendo devido às queimaduras que estavam espalhadas por todo o seu corpo.

Ela veio a óbito no dia 9 de maio e de acordo com informações do Departamento de Investigação Criminal, o pai da menina é acusado de causar ferimentos fatais. Há indícios de que ele teria batido na filha com uma corda antes de fazê-la sentar na banheira. Em seguida, ele trancou ela em quarto até as 21h.

Leia Também:  Menina de 3 anos morre após pai forçá-la a entrar em uma banheira de água quente

Ao deixá-la sair, o pai da menina acatou entrar em contato com membros da família de sua esposa para levar Rabiha para um hospital, com a história de que ela se machucou ao entrar na cozinha e derramou água quente nela mesma.

Os investigadores do Departamento de Investigação Criminal questionaram os pais da menina com as provas conquistadas durante a apuração do caso e eles acabaram admitindo o crime . As autoridades constataram também que o pai seria viciado em drogas e a participação da mãe no caso ainda não está confirmada, não se sabe se ela participou da ação ou se foi questionada para permitir o incidente.

Os dois foram encaminhados para o Ministério Público local, mas não se sabe se já foram indiciados ou não. Segundo o veículo de imprensa, Al Arabiya, notícia foi recebida com manifestações da população que pede pela pena de morte para o pai e uma punição severa para a mãe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA