.

Municípios

Vacinação contra Covid-19 já pode ter evitado até 55 mil mortes no Brasil

Publicados

em

image_pdfimage_print


Mais de 55 mil idosos podem ter sido salvos pelas vacinas Covid-19 disponíveis no País. É o que revela o estudo feito pelo epidemiologista Marcelo Gomes, do Programa de Computação Científica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Em entrevista ao Ministério da Saúde, o especialista em saúde pública também explicou que milhares de hospitalizações de pessoas de 60 anos ou mais foram evitadas. O número varia entre 96 e 117 mil. A faixa etária é considerada grupo de risco e mais suscetível a agravantes e óbitos pela doença. 

“Ao comparar o que poderia ter ocorrido caso as proporções de março tivessem se preservado, na ausência da campanha de vacinação, podemos então ter uma ideia de aproximadamente quantas internações e óbitos foram potencialmente evitados pela campanha”, esclareceu.

De acordo com ele, o que se observa é que pelos dados do País, a vacinação pode ter poupado cerca de 40 a 55 mil mortes de pessoas com 60 anos ou mais. “Não se trata de uma análise científica rigorosa, mas de uma avaliação simplificada para obter estimativas de ordem de grandeza do impacto que já podemos ter alcançado com a campanha de vacinação. Ou seja, não serve para termos valores precisos do impacto, e sim avaliar se estamos falando de dezenas, centenas, ou milhares de vidas, por exemplo”, explicou Gomes.

Para obter os números, o pesquisador fez projeções de óbitos e internações por síndrome respiratória aguda grave decorrente da Covid-19 como se fossem mantidas as proporções de casos de idosos hospitalizados e óbitos por faixa etária registrados entre 13 de março a 12 de junho de 2021. O período corresponde a um dos picos de contaminação pela doença no Brasil.

“Evidentemente, é importante deixar claro também que, nesses cenários, como a queda após o mês de março não teria sido tão acentuada, as autoridades e a população poderiam ter respondido de maneira distinta, reforçando as medidas de proteção à vida e isso reduziria a transmissibilidade no período avaliado”, concluiu o pesquisador.

A vacinação contra a Covid-19 é uma das prioridades do Ministério da Saúde. A pasta já distribuiu mais de 164,4 milhões de doses de vacinas para os estados de forma proporcional e igualitária. Dessas, 130,4 milhões já foram aplicadas na população. Até o momento, 93,6 milhões de brasileiros já tomaram ao menos a primeira dose da vacina Covid-19 e 36,7 milhões completaram o esquema vacinal com duas doses ou dose única.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Funasa publica edital que prevê apoio financeiro às organizações de catadores de materiais recicláveis
Propaganda

Municípios

Prefeitos participam do lançamento do programa Famílias Fortes

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


A Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, lançou neste sábado (18) em Cuiabá, o programa Famílias Fortes e assinou protocolos  com a Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM e a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso-APDM, que tem como objeto, ações  conjuntas para capacitar os agentes públicos e fornecer apoio para implementar o programa do governo federal nos municípios.  Ela lançou também a Escola de Formação Municipalista, voltada para a qualificação da gestão da assistência social e outras áreas essenciais dos municípios. Na ocasião, assinou outro documento com a presidente da APDM, Scheila Pedroso.

A Ministra trouxe com ela secretários de cinco ministérios para conversar com os gestores. Damares elencou as políticas que vêm sendo construídas em prol de crianças, adolescentes, idosos, deficientes em todo o país e a proposta que o programa Famílias Fortes traz. O combate a violência contra as mulheres, crianças e adolescentes é o principal foco. “Vamos ajudar os prefeitos a pensar como as políticas públicas podem fortalecer os vínculos familiares. Uma em cada quatro mulheres já foram abusadas até os 18 anos de idade. Precisamos enfrentar isso e um dos caminhos é o programa Famílias Fortes. O que está aí não está dando certo, então, vamos juntos trabalhar o programa Famílias Fortes”, disse ela emocionada.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Neurilan Fraga, frisou a importância do programa Famílias Fortes para os 141 municípios de Mato Grosso. Ele enalteceu a iniciativa Ministra Damares, em  trazer os secretários representantes de cinco ministérios, para conversar com os prefeitos. “A Ministra me surpreendeu, mostrando que o programa Famílias Fortes tem uma integração com várias áreas do governo federal”, observou.

Na oportunidade Fraga, sugeriu que as famílias beneficiadas no programa Famílias Fortes também sejam contempladas no programa Casa Verde e Amarela e que haja integração com outros ministérios para contemplar a todas as famílias em vulnerabilidade. “Precisamos não só fazer o alinhamento dessas famílias desajustadas, mas precisamos também inclui-las no processo produtivo, fazer com que elas tenham sua estabilidade econômica e fazer com que sejam cada vez mais independentes dos programas sociais”, pontuou, avaliando que a falta de uma casa é também a causa de desestruturação da família.

O Ministério vai disponibilizar para os municípios o material para que as equipes das prefeituras possam colocar as atividades em prática, os meios de fortalecer vínculos familiares e garantir proteção social dos adolescentes. A presidente da Associação Para Desenvolvimento Social dos Municípios-APDM, Scheila Pedroso, ressaltou que a vinda da Ministra á Cuiabá, fortalece as políticas públicas da assistência social e a força feminina. “Hoje é um dia muito importante para nossa associação, que também inauguramos a nossa escola de formação, que vai oferecer cursos profissionalizantes e especializações. Agradecemos a todos que lutam pelas causas sociais e todas as prefeituras que assinaram o termo do Programa Famílias Fortes, vamos juntos conseguir fortalecer as famílias”, declarou, afirmando que a implantação do Programa Famílias Fortes, será um avanço para o desenvolvimento social, vai direto na base tratar as famílias, onde realmente precisa.  Um outro acordo de cooperação técnica foi assinado com vários municípios, que  já estão habilitados junto à Secretaria Nacional da Família e tem como meta o desenvolvimento do programa Famílias Fortes.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeitos participam do lançamento do programa Famílias Fortes
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA