.

Policial

Casal é preso em flagrante por tráfico e Polícia Civil encontra drogas escondidas em casinha de cachorro

Publicados

em

image_pdfimage_print


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um casal foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira, 03 de agosto, em Rondonópolis, por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo e munições.

Na ação policial da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) do município também foram apreendidas porções de entorpecentes, armas de fogo, munições e dinheiro.

A equipe de investigação da DERF apurou informações de que o casal, ambos de 33 anos, estava trabalhando associado a um adolescente para a venda de entorpecentes no bairro Mathias Neves. O tráfico era anunciado, principalmente, por meio de redes sociais.

Os policiais levantaram ainda a informação de que o adolescente de 15 anos andava pelo bairro com poucas porções, pois caso fosse abordado, diria que era para consumo próprio. Ao ofertar a droga pelas redes sociais, ele esperava a confirmação do usuário e depois seguia até a residência do casal para buscar o entorpecente e fazer a entrega.

Nesta terça-feira, a equipe da delegacia especializada conseguiu abordar o menor de idade depois de ele sair da residência do casal. Com ele foram encontradas duas porções, que alegou ser de uso pessoal.

Leia Também:  Mais de 700 garrafas de vinhos importados ilegalmente são apreendidas em MT

Após vigilância na residência dos dois adultos, os policiais flagraram o momento em que ambos chegaram ao local. Diante das suspeitas de que havia drogas na casa, os investigadores entraram em buscas no quarto do casal sentiram odor de entorpecentes. Dentro do quarto foram localizadas diversas notas de baixo valor em uma casinha de cachorro, sob um piso falso, estavam escondidas diversas porções de pasta base, maconha e cocaína; duas armas de fogo e diversas munições.

Os policiais encontraram também um caderno com anotações sobre o movimento do tráfico. Após todo o material ilícito ser localizado, o suspeito confessou vender o entorpecente e para isto utilizava uma motocicleta e um veículo nas entregas.

Os dois foram encaminhados à delegacia, autuados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de entorpecentes e posse irregular de arma de fogo e munições. Os dois passaram por exame de corpo de delito e depois foram para as respectivas unidades prisionais. O adolescente responderá por ato infracional análogo aos crimes perante a Vara da Infância e Juventude.

Leia Também:  Jovem denuncia na delegacia ameaças de morte e que casa foi apedrejada

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Ex-jogador que foi sequestrado e morto, morreu por ordem de facção por “dar em cima” de mulheres casadas em MT

Publicados

em

image_pdfimage_print

Dois suspeitos de ter executado o jogador de futebol, Willian Santana, de 21 anos foram presos nesta sexta-feira (17),  e logo após. foi descoberto o corpo do jogador em uma região de mata as proximidades do rio 15, às margens da BR-163, no município de Sinop (489 km de Cuiabá).

Os suspeitos do homicídio são membros de uma organização criminosa e disseram à polícia que o crime foi uma ordem da facção.

O motivo é que a vítima estava “dando em cima” de mulheres casadas.

Os suspeitos disseram ainda que o jogador havia sido avisado dos riscos que corria.

O tenente-coronel Pedro, que atendeu a ocorrência, disse que, segundo os envolvidos, houve uma determinação para que tirassem a vida da vítima, que já havia sido advertida quanto à conduta.

“A Polícia Militar já repassou essas informações para a Polícia Civil para que as investigações os levem até aos demais envolvidos e essas pessoas sejam presas”, destacou o militar.

Dois homens foram detidos. Entre eles, um menor de idade e um ex-presidiário que estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

Leia Também:  Homem é preso suspeito de furtar bateria após ser flagrado transitando com produto

Segundo a PM, as equipes receberam informações da agência regional de inteligência e confirmaram que um dos suspeitos esteve nas proximidades da residência da vítima. Após iniciar as diligências, os militares conseguiram chegar até os dois suspeitos que participaram do homicídio. Posteriormente, conseguiram localizar o corpo.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) já iniciou os procedimentos para analisar as circunstâncias de como ocorreu a morte de Willian. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).

O jovem era ex-zagueiro do Sinop Futebol Clube, e havia sido sequestrado, na noite de quinta-feira (16), em uma residência, nas proximidades do bairro Residencial Jequitibás.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA