.

Policial

Imagens mostram colisão que matou motociclista e motorista andando com corpo pela cidade

Publicados

em

image_pdfimage_print

O inquérito sobre acidente que ocorreu na última sexta-feira (6) onde o motorista J.E.O., de 43 anos, atropelou o motociclista Fábio Pereira Andrade, de 30 anos, no bairro Tijucal, em Cuiabá, foi concluído pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran) concluiu nesta sexta-feira (12). O suspeito fugiu do local com o corpo da vítima preso ao veículo.

O homem está preso preventivamente e será indiciado pelos crimes de homicídio doloso previsto no Código Penal e omissão de socorro, fuga de local de crime e embriaguez ao volante, do Código de Trânsito Brasileiro.

De acordo com a análise do local de acidente e a fala das testemunhas, o condutor da camionete, ao fazer uma conversão para esquerda, invadiu a faixa de circulação da motocicleta causando uma colisão frontal entre os veículos.

O motorista fugiu do local e o corpo da vítima foi arremessado e ficou preso na parte superior da camionete que foi conduzido pelas ruas dos bairros adjacentes.

O suspeito retornou próximo ao local do acidente com o corpo da vítima que já estava na carroceria da caminhonete, ocasião em que foi detido pela Polícia Militar.

Leia Também:  Polícia Civil deflagra operação para prender líderes de associação criminosa atuante em Ribeirão Cascalheira

Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de homicídio culposo na direção de veículo e omissão de socorro, previstos no Código de Trânsito Brasileiro.

O procedimento foi encaminhado para Deletran, onde foi instaurado inquérito policial e com base nas novas provas coletadas foi realizado o indiciamento do suspeito de homicídio doloso, fulga de local do crime e embriaguez ao volante.

O delegado da Deletran, Christian Alessandro Cabral, afirmou que devido às condições apresentadas no acidente, o suspeito assumiu o risco de produzir o resultado de morte da vítima.

“Desta forma, o indiciamento foi alterado de homicídio culposo no trânsito, previsto no CTB, para o homicídio doloso, cuja pena pode variar de 6 a 20 anos, além das demais condutas ilícitas praticadas pelo suspeito no momento dos fatos”, disse Christian.

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Casal é preso em flagrante por tráfico e Polícia Civil encontra drogas escondidas em casinha de cachorro

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um casal foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira, 03 de agosto, em Rondonópolis, por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo e munições.

Na ação policial da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) do município também foram apreendidas porções de entorpecentes, armas de fogo, munições e dinheiro.

A equipe de investigação da DERF apurou informações de que o casal, ambos de 33 anos, estava trabalhando associado a um adolescente para a venda de entorpecentes no bairro Mathias Neves. O tráfico era anunciado, principalmente, por meio de redes sociais.

Os policiais levantaram ainda a informação de que o adolescente de 15 anos andava pelo bairro com poucas porções, pois caso fosse abordado, diria que era para consumo próprio. Ao ofertar a droga pelas redes sociais, ele esperava a confirmação do usuário e depois seguia até a residência do casal para buscar o entorpecente e fazer a entrega.

Nesta terça-feira, a equipe da delegacia especializada conseguiu abordar o menor de idade depois de ele sair da residência do casal. Com ele foram encontradas duas porções, que alegou ser de uso pessoal.

Leia Também:  Polícia Civil prende casal com mais de 25 quilos de drogas que seriam distribuídos em Canarana

Após vigilância na residência dos dois adultos, os policiais flagraram o momento em que ambos chegaram ao local. Diante das suspeitas de que havia drogas na casa, os investigadores entraram em buscas no quarto do casal sentiram odor de entorpecentes. Dentro do quarto foram localizadas diversas notas de baixo valor em uma casinha de cachorro, sob um piso falso, estavam escondidas diversas porções de pasta base, maconha e cocaína; duas armas de fogo e diversas munições.

Os policiais encontraram também um caderno com anotações sobre o movimento do tráfico. Após todo o material ilícito ser localizado, o suspeito confessou vender o entorpecente e para isto utilizava uma motocicleta e um veículo nas entregas.

Os dois foram encaminhados à delegacia, autuados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de entorpecentes e posse irregular de arma de fogo e munições. Os dois passaram por exame de corpo de delito e depois foram para as respectivas unidades prisionais. O adolescente responderá por ato infracional análogo aos crimes perante a Vara da Infância e Juventude.

Leia Também:  Polícia apreende 870 kg de cocaína; Prejuízo chega a R$ 19 milhões

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA