.

Policial

Investigação do MPE e Polícia Civil apura possível fraude em licitação na Prefeitura de Nobres

Publicados

em

image_pdfimage_print


Assessorias/Polícia Civil-MT e MPE-MT

A Operação Inter Amicum, deflagrada nesta terça-feira (13.04) pelo Ministério Público Estadual, por meio das equipes policiais do grupo operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Criminal) e Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), cumpriu nas cidades de Cuiabá e Nobres mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Justiça contra a Prefeitura de Nobres e empresa contratada pelo município.

A investigação conduzida pelo grupo operacional do NACO integra inquérito policial instaurado pelo delegado da Polícia Civil de Mato Grosso, Rodrigo Azem Buchdid para apurar diversas ilicitudes envolvendo a contratação de uma construtora pelo município de Nobres, representado pelo prefeito Leocir Hanel, visando a prestação de serviços de máquina retroescavadeira. 

De acordo com a apuração, embora algumas empresas tenham, inicialmente, apresentado propostas para participarem do procedimento licitatório, apenas a Angular Construtora Eireli compareceu à sessão pública que decidiu o certame. As investigações apontam, também, para a existência de vínculos entre a Angular e as empresas que “desistiram” de participar da licitação, circunstância que reforça a suspeita de “combinação” entre elas visando fraudar o caráter competitivo do certame. 

Leia Também:  Polícia Civil e parceiros instalam espaço para atendimento à população em Ribeirãozinho

Também ficou constatado durante os trabalhos investigativos que no endereço indicado no procedimento licitatório como sendo da Angular Construtora existe, apenas, uma modesta casa onde não há sinais de movimentação empresarial, muito menos de existência dos maquinários que seriam necessários para a prestação dos serviços contratados pela Prefeitura de Nobres.

Documentos juntados ao inquérito policial revelam que foram emitidas algumas ordens de pagamento em favor da empresa sem que houvesse a respectiva Nota Fiscal especificando os serviços por ela supostamente prestados. Além disso, constatou-se que a empresa teria recebido por serviços em contrato que não correspondem ao que ela havia firmado com o poder público municipal. 

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em endereços na capital e na cidade de Nobres, onde foram recolhidos documentos, computadores e celulares. Entre esses endereços estão o gabinete e a residência do prefeito, Secretaria Municipal de Infraestrutura, residência de um sócio da Angular Construtora e em uma empresa de contabilidade. 

Além da ordem de busca e apreensão, o desembargador do TJ-MT, Gilberto Giraldeli determinou, a pedido do coordenador do Naco Criminal, procurador Domingos Sávio de Barros Arruda, e do delegado Rodrigo Azem, a suspensão do Contrato Administrativo nº 20/2020 firmado entre a Angular Construtora e a Prefeitura de Nobres, proibindo, inclusive, qualquer pagamento em favor da empresa.

Leia Também:  Policiais da Central de Flagrantes e Plantão da Mulher são homenageados pela Câmara de Cuiabá

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Homem vai fazer frete com carro da namorada, encontra homem amarrado, não retorna com veículo e é preso

Publicados

em

image_pdfimage_print

No início da tarde deste domingo (16) um homem foi detido pela Polícia Militar e encaminhado para Polícia Judiciária Civil de Lucas do Rio Verde após ter pego o veículo Fiat Uno da namorada na noite deste sábado (15) e não ter retornado para a casa com o automóvel.

O homem contou que teria pegado veículo para realizar um serviço de frete no município de Tapurah (a aproximadamente 90km de Lucas do Rio Verde), porém  chegando no local combinado foi surpreendido por duas pessoas armadas e um homem amarrado com fitas adesivas que seria colocado no veículo.

Ainda segundo o suspeito ele teria abandonado o carro e fugido.

A esposa registrou ocorrência e logo em seguida a PM localizou o carro na altura do bairro Veneza.

Na Delegacia a mulher demonstrou à equipe de reportagem que não acredita na versão contada pelo marido. A Polícia Civil passa a investigar o caso.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil e parceiros instalam espaço para atendimento à população em Ribeirãozinho
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA