Policial

Jovem confunde gerente com cliente da boate Crystal e apanha dentro da boate.

Publicados

em

Na madrugada deste sábado (27), após confundir funcionário da Crystal Night Club com cliente, uma jovem apanhou da esposa do homem, mesmo depois de pedir desculpas pela confusão.

Segundo relato, a vítima beijou o homem nas costas, mas em seguida viu que não era quem ela imaginava e se desculpou, contudo acabou levando tapas e joelhadas da mulher.

Consta no boletim de ocorrência, que por volta da 1h, ela estava na boate com um cliente que conhece há algum tempo e já tinha intimidade.Ele vestia uma camisa parecida com a de um dos funcionários da boate, e para confundir ainda mais,  os dois homens têm o mesmo biótipo e o cabelo curto.

Quando eles estavam perto um do outro, acabou confundindo eles ao se aproximar, e acabou beijando as costas do gerente da unidade, mas acreditando se tratar do cliente., ela pediu desculpas para o homem e também para a esposa dele, que o acompanhava, porém  a mulher foi em direção da vítima e desferiu dois tapas no seu rosto.

Leia Também:  Polícia Civil prende receptador e recupera aparelho celular furtado

Com a confusão formada, testemunhas a levaram banheiro da boate, mas logo foi surpreendida novamente pela agressora, que passou a xinga-la.

Ela ainda puxou os cabelos da vítima e desferiu joelhadas nela.

Conforme a vítima ninguém tentou impedir as agressões ou sequer segurou a mulher do gerente, e só depois foi amparada por uma das colegas do local.

O caso foi registrado como Lesão Corporal e será investigado pela 2º Delegacia de Cuiabá.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Polícia Civil checa novas informações sobre possível paradeiro do garoto Samuel

Publicados

em

Por


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) realizou nesta semana diligência para averiguar mais uma informação sobre o possível paradeiro do garoto Samuel Victor Carvalho, desaparecido desde outubro de 2019.

A partir de informações recebidas de Campo Grande (MS), a equipe da DEDM de Rondonópolis passou a apurar os fatos e solicitou apoio da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, que realizou diligências in loco para a verificação do endereço levantado.

No entanto, após a checagem, foi constatado que a informação não procedia e não  se tratava do menino desaparecido em Rondonópolis.

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis informa que o inquérito policial sobre o caso continua em andamento. Nas investigações foram ouvidas diversas testemunhas sobre os fatos, incluindo vizinhos, familiares, conhecidos da igreja que a vítima frequentava, profissionais da escola onde o menor estudava.

Também foram realizadas medidas de Polícia Judiciária na tentativa de esclarecer os fatos, contudo até o presente momento não existem indícios da prática de outros crimes, portanto, a Delegacia da Mulher continua trabalhando com a hipótese de desaparecimento.

Leia Também:  Radiocomunicação digital é definida como ferramenta eficaz no combate à criminalidade

Todas as informações e denúncias em relação ao caso que chegam à delegacia são investigadas e checadas.

A Polícia Civil continua trabalhando no caso e conta com apoio da população com novas informações que possam auxiliar nas investigações. As denúncias podem ser feitas através do 197, ou pelo 66) 3423-1754 e através whatsapp (66) 9 9937-5462.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA