Policial

Polícia Civil de Rondonópolis prende mulher foragida da Justiça

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma mulher foragida da Justiça foi presa pela Polícia Civil de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), no final da tarde de terça-feira (12.01), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher do município.

A suspeita de 31 anos estava com o mandado de prisão em aberto. Ela faz uso de tornozeleira eletrônica e foi localizada pelos policiais civis em uma residência no bairro Vila Aurora.

O trabalho investigativo que resultou na prisão da procurada, contou com apoio do Sistema Penitenciário de Rondonópolis.

Após cumprimento da ordem judicial, a suspeita foi conduzida até a delegacia para as providências cabíveis, sendo posteriormente colocada à disposição do Poder Judiciário.

 

 

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Adolescente envolvida em latrocínio no interior é apreendida após investigações da Polícia Civil
Propaganda

Policial

Jovem é torturado e morto após gravar vídeo mentindo ser membro de facção em MT

Publicados

em

Um jovem, de 20 anos, foi torturado no Salto Magessi, no rio Teles Pires, localizado no distrito de Boa Esperança, na última quarta-feira (20). Ele informou à Polícia Militar, ontem, que conseguiu se salvar ao se jogar no rio e ser levado pela correnteza, mas o amigo, que também foi agredido pelos criminosos, teria sido executado a tiros.

Nesta sexta-feira, o Corpo de Bombeiros de Sorriso se dirigiu ao local para tentar localizar o suposto corpo. À PM, o jovem contou que o crime foi supostamente ordenado pelo Comando Vermelho (CV) em retaliação a um vídeo que ele gravou em apologia ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

Apesar de negar que faça parte de alguma facção criminosa, o jovem relatou que publicou um vídeo “engrandecendo o crime ao PCC”. Uma mulher, após visualizar as imagens encaminhou o conteúdo para um suposto representante do CV em Boa Esperança, que ordenou o crime.

Segundo a vítima, a mulher marcou um encontro com ele, mas ao chegar no local foi capturado por três homens, juntamente com o amigo dele, que segue desaparecido após supostamente ser morto a tiros.

Leia Também:  Gado furtado de fazenda em Nova Brasilândia é localizado em propriedade em Santo Afonso

O jovem disse que o amigo não participou da gravação ou publicação do vídeo. Porém, pediu que ele o acompanhasse ao encontro. Ao serem levados para o Salto Magessi ambos teriam sido amordaçados e torturados por três homens. Ele relata que os criminosos passaram faca na orelha dele e de seu amigo.

Após isso, foram agredidos com chutes nas costelas e no rosto. Ainda segundo o jovem, ele e o amigo foram mantidos em cárcere privado até o amanhecer desta quinta-feira (21), quando foram levados ao Salto Magessi. Ele relatou que o amigo foi alvejado enquanto ele conseguiu se jogar no rio, ser levado pela correnteza e se desamarrar. Depois, pediu socorro em uma estrada e comunicou o caso à polícia.

De acordo com o PM major Inácio, a mulher, de 19 anos, que marcou encontro com o jovem para ele ser capturado, foi presa pela Polícia Militar de Boa esperança, pela Força Tática de Sorriso, cavalaria de Nova mutum e policiais de Santa Rita do Trivelato.

Segundo a polícia, a jovem confessou ter informado ao suposto membro de organização criminosa sobre o vídeo, colaborando, portanto, com a ação dos criminosos. “Seriam organizações criminosas rivais que teriam feito isso como de represálias aos outros”

Leia Também:  Mulher namora e mata homem para vingar o estupro da sobrinha

O homem, acusado de mandar de arquitetar o crime, e os três que capturaram as vítimas, estão sendo procurados pela polícia.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA