.

Policial

Polícia Civil prende em Confresa três envolvidos com tráfico de drogas e associação criminosa

Publicados

em

image_pdfimage_print


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Três pessoas foram presas em flagrante nesta terça-feira (14), em Confresa, na região nordeste do estado, por tráfico, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores de idade.

A equipe de investigação estava monitorando um endereço no Jardim Planalto, onde havia suspeita de venda de entorpecentes. No local, os policiais observaram a movimentação típica de tráfico, com pessoas entrando e saindo a todo momento.

Ao se aproximar da residência, os investigadores notaram um dos suspeitos, de 18 anos, dentro da casa, sentado em uma motocicleta. Os policiais o questionaram se havia entorpecente no local, e ele permaneceu calado.

Em checagem no interior da residência, os policiais civis encontraram um grupo ‘‘trabalhando’’ na embalagem de porções de drogas. Um dos rapazes que estava na casa informou aos investigadores que a motocicleta era de sua propriedade e que havia ido ao local para adquirir entorpecente do outro suspeito, que usou o veículo para fazer a entrega dos produtos ilícitos a usuários.

Leia Também:  Acusado de invadir casa é contido por moradores e acaba preso em MT

Foram apreendidas duas porções médias de maconha embalada em plástico e outras 29 porções pequenas da mesma droga e de cocaína, além de diversos apetrechos utilizados para pesar e embalar os entorpecentes, e dinheiro.

Dois adolescentes encontrados na residência informaram que estavam ajudando a embalar as porç~eos e receberiam entorpecentes como forma de pagamento pelo ‘‘trabalho’’.

Outro adulto informou ser usuário, foi adquirir droga e convidado pelo suspeito ajudar na embalagem, e também receberia entorpecente como pagamento.

Todos foram encaminhados à Delegacia de Confresa para as providências cabíveis. Os dois adolescentes, depois de serem ouvidos pelo delegado Matheus Soares Augusto, serão encaminhados aos responsáveis.

Os três adultos serão autuados pelos crimes de tráfico, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores de idade. Contra o suspeito de 18 anos, os policiais civis localizaram um mandado de prisão em aberto expedido pela 3a Vara da Comarca de Porto Alegre do Norte pelo crime de tortura.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Polícia Civil prende suspeito com arma e munições durante cumprimentos de dois mandados de buscas

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Ex-jogador que foi sequestrado e morto, morreu por ordem de facção por “dar em cima” de mulheres casadas em MT

Publicados

em

image_pdfimage_print

Dois suspeitos de ter executado o jogador de futebol, Willian Santana, de 21 anos foram presos nesta sexta-feira (17),  e logo após. foi descoberto o corpo do jogador em uma região de mata as proximidades do rio 15, às margens da BR-163, no município de Sinop (489 km de Cuiabá).

Os suspeitos do homicídio são membros de uma organização criminosa e disseram à polícia que o crime foi uma ordem da facção.

O motivo é que a vítima estava “dando em cima” de mulheres casadas.

Os suspeitos disseram ainda que o jogador havia sido avisado dos riscos que corria.

O tenente-coronel Pedro, que atendeu a ocorrência, disse que, segundo os envolvidos, houve uma determinação para que tirassem a vida da vítima, que já havia sido advertida quanto à conduta.

“A Polícia Militar já repassou essas informações para a Polícia Civil para que as investigações os levem até aos demais envolvidos e essas pessoas sejam presas”, destacou o militar.

Dois homens foram detidos. Entre eles, um menor de idade e um ex-presidiário que estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

Leia Também:  Ex-jogador que foi sequestrado e morto, morreu por ordem de facção por "dar em cima" de mulheres casadas em MT

Segundo a PM, as equipes receberam informações da agência regional de inteligência e confirmaram que um dos suspeitos esteve nas proximidades da residência da vítima. Após iniciar as diligências, os militares conseguiram chegar até os dois suspeitos que participaram do homicídio. Posteriormente, conseguiram localizar o corpo.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) já iniciou os procedimentos para analisar as circunstâncias de como ocorreu a morte de Willian. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).

O jovem era ex-zagueiro do Sinop Futebol Clube, e havia sido sequestrado, na noite de quinta-feira (16), em uma residência, nas proximidades do bairro Residencial Jequitibás.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA