.

Policial

Ponto de droga é fechado em residencial na rodovia Emanuel Pinheiro e mulher presa em flagrante

Publicados

em

image_pdfimage_print


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) fecharam um ponto de venda de drogas e prenderam uma mulher em flagrante, no final da tarde desta quarta-feira (22), no residencial Milton Figueiredo, na Rodovia Emanuel Pinheiro, na Capital.

A equipe da DRE recebeu denúncia sobre a venda de entorpecentes em uma das ruas do residencial e em diligências, os policiais conseguiram averiguar que a mulher tem ligação com uma facção criminosa e que a casa tinha frequência constante de pessoas.

Em monitoramento no local nesta quarta-feira, os policiais flagraram o momento em que uma pessoa comprava drogas com a suspeita, na frente da residência. Com a mulher foi encontrada mais uma porção de entorpecente, escondida na roupa, e o dinheiro da venda. Nas buscas no interior da casa, os investigadores localizaram mais R$ 415,00.

A mulher de 27 anos foi encaminhada à DRE, junto com os materiais apreendidos. O rapaz que comprou o entorpecente também foi conduzido e após ser ouvido pelo delegado, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência e foi liberado. A mulher foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e depois dos procedimentos foi encaminhada à penitenciária feminina.

Leia Também:  Suspeito de fazer parte de quadrilha morre no hospital depois de trocar tiros com policiais

Denúncias

A população pode colaborar com denúncias pelo Disque 197 ou diretamente à DRE no whatsapp (65) 99989-0071 ou no e-mail: [email protected]. O sigilo das informações é garantido.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Ex-jogador que foi sequestrado e morto, morreu por ordem de facção por “dar em cima” de mulheres casadas em MT

Publicados

em

image_pdfimage_print

Dois suspeitos de ter executado o jogador de futebol, Willian Santana, de 21 anos foram presos nesta sexta-feira (17),  e logo após. foi descoberto o corpo do jogador em uma região de mata as proximidades do rio 15, às margens da BR-163, no município de Sinop (489 km de Cuiabá).

Os suspeitos do homicídio são membros de uma organização criminosa e disseram à polícia que o crime foi uma ordem da facção.

O motivo é que a vítima estava “dando em cima” de mulheres casadas.

Os suspeitos disseram ainda que o jogador havia sido avisado dos riscos que corria.

O tenente-coronel Pedro, que atendeu a ocorrência, disse que, segundo os envolvidos, houve uma determinação para que tirassem a vida da vítima, que já havia sido advertida quanto à conduta.

“A Polícia Militar já repassou essas informações para a Polícia Civil para que as investigações os levem até aos demais envolvidos e essas pessoas sejam presas”, destacou o militar.

Dois homens foram detidos. Entre eles, um menor de idade e um ex-presidiário que estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

Leia Também:  Polícia Civil prende quarto suspeito envolvido em crime de tortura e tentativa de homicídio em Confresa

Segundo a PM, as equipes receberam informações da agência regional de inteligência e confirmaram que um dos suspeitos esteve nas proximidades da residência da vítima. Após iniciar as diligências, os militares conseguiram chegar até os dois suspeitos que participaram do homicídio. Posteriormente, conseguiram localizar o corpo.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) já iniciou os procedimentos para analisar as circunstâncias de como ocorreu a morte de Willian. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).

O jovem era ex-zagueiro do Sinop Futebol Clube, e havia sido sequestrado, na noite de quinta-feira (16), em uma residência, nas proximidades do bairro Residencial Jequitibás.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA