.

Policial

Vídeo mostra o momento que mãe descobre que “amigo” estuprou o filho de 4 anos

Publicados

em

image_pdfimage_print

Um vídeo divulgado nas redes sociais flagra o momento em que a mãe descobre que seu filho  de 4 anos, foi estuprado por um ‘amigo da família’.

O “amigo” é Carlos Henrique da Costa de 19 anos,.

O estupro aconteceu na madrugada de sexta-feira (30), no residencial Jamil Nadaf, em Cuiabá.

Nas imagens é possível ver a criança gritando pela mãe, chorando de dor e assustada com a situação

Cara, você fez isso. Eu coloco você para ficar na minha casa”, diz a mãe para o estuprador, que tenta negar o ocorrido e afirma que não fez nada.

O Filho reclama de dor anal e a mãe descobre estupro cometido por Carlos.

A mãe então responde indignada: “Como você não fez? O bumbum do guri está sangrando”.

Após a situação, a mãe levou seu filho para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro e acionou a Polícia Militar.

A criança estava com sangramento na região anal e reclamando de dores no ‘bumbum’.

Veja vídeo:

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandados contra traficante que movimentava grandes valores com o comércio de drogas em Confresa
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil apreende armas de fogo e mais de 80 munições em chácara na zona rural de Cuiabá

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


Assessoria/Polícia Civil-MT

Duas armas de fogo e mais de 80 munições encontradas em uma propriedade em uma região de chácaras em Cuiabá foram apreendidas pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (06.05), durante checagem de denúncia anônima realizada pela equipe da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Com base na denúncia realizada via Ciosp que relatava a possível existência de armas e drogas escondidas em uma propriedade rural, os policiais da GCCO foram até o endereço indicado, na região de chácaras Bandeira II para verificação dos fatos.

Conforme as informações, o material ilícito ficava escondido no interior de tratar que ficava guardado em um barracão da propriedade. No local, os policiais foram recebidos pela esposa do caseiro que informou que nem o seu marido e nem o dono da propriedade estavam no local.

Durante as buscas, os policiais localizaram no interior do tratar mencionado, 84 munições, sendo 67 calibre 380, 10 calibre. 357 e sete calibre 38, todas intactas, além de uma tornozeleira eletrônica. Em continuidade as buscas, os policiais encontraram por baixo de alguns entulhos um caixa com uma pistola calibre 380 e três carregadores.

Leia Também:  Homem pede para ser preso após levar tiro na bunda durante tiroteio em MT

A tornozeleira eletrônica pertenceria ao caseiro que não foi localizado. Em buscas na residência do caseiro, foi encontrada mais duas espingardas, sendo uma delas de pressão e outra que não foi possível identificar o número de sério devido ao desgaste de arma.

O dono da propriedade chegou ao local, e em buscas na sua residência nada ilícito foi encontrado. Questionado, ele confirmou que a pistola era de sua propriedade porém estava registrada em nome de um amigo.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido a GCCO, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo e munições.

O delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, destaca que a retirada de armas e munições de circulação foi possível graças ao trabalho de denúncia realizado pela sociedade. “A Polícia Civil demonstrou que está trabalhando e que conta com apoio da população, que através de denúncias pode ajudar ainda mais o combate à criminalidade”, disse o delegado.

Denúncias: 197 e (65) 98463-2655

Leia Também:  Roubo em posto de combustível deixa ladrão baleado em VG; Veja vídeo

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA