.

Política MT

Estado de MT terá “mini lockdown” e toque de recolher; entenda novas regras e restrições

Publicados

em

image_pdfimage_print

Ainda nesta manhã de segunda-feira (01), foi decidido pelo governador Mauro Mendes (DEM) em concordância com as autoridades do estado de Mato Grosso que o Estado terá um “mini lockdown”.

Com o fechamento de todos os estabelecimentos de todo o MT diariamente, a partir das 19 horas até as 5h, pelos próximos 15 dias. A polícia militar estará nas ruas para fiscalizar os estabelecimentos. Nos serviços públicos, o atendimento presencial será suspenso.

Os estabelecimentos comerciais deverão fechar às 19h todos os dias, e às 21h todas as pessoas devem estar em suas casas, que é quando começa o toque de recolher. O intervalo de duas horas foi pensado para que as pessoas consigam chegar em suas casas antes do horário do toque de recolher.

De acordo com o defensor público geral, Clodoaldo Queiroz, ele explicou que as prefeituras poderão aplicar medidas mais restritivas que essa, mas não menos. Os restaurantes poderão funcionar apenas com delivery até as 22 horas.

As medidas começam a ser aplicadas nesta terça-feira (2). Quem for pego andando na rua após as 21 horas, poderá inclusive pagar multa de R$ 180, e o valor será maior em caso de reincidência. Os comércios, por sua vez, terão multas mais altas.

Leia Também:  Vacinação em MT será prioritária a todos os profissionais da Educação

O decreto será enviado à Assembleia Legislativa em regime de urgência. A partir de terça-feira (2), quem estiver na rua após as 19h precisará de uma justificativa.

Participaram da reunião o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Guilherme Maluf, o deputado estadual Dr. João, Clodoaldo Queiroz e demais autoridades.

Veja as regras:

Funcionamento do comércio e atividades em geral:
Segunda a sexta: das 5h às 19h
Sábados: das 5h às 12h
Domingo: tudo fechado
Exceções: Farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de combustível (exceto conveniência) e indústrias

Toque de recolher: das 21h às 5h

Supermercados: apenas 01 pessoa por família

Multa: Projeto de lei prevendo multa de 180,00 para pessoas físicas e com valor proporcional para pessoas jurídicas (por aglomerações e por desrespeito ao toque de recolher)

Delivery: até 22h todos os dias (governo vai avaliar os questionamentos solicitando extensão desse horário)

Transporte coletivo: autorizado, bem como uber e táxi

Escolas: dado o compromisso geral das escolas na adoção de protocolos de segurança, a autorização para o funcionamento permanece, dentro das limitações de horário impostas às demais atividades.

Leia Também:  STF julga e agora está decidido: Por 9 a 2, STF decide que estados e municípios podem restringir cultos e missas na pandemia

 

Jornalista: Fabiane Serra

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política MT

Em estreia no parlamento, vereador destaca secretária

Publicados

em

image_pdfimage_print

Em meio a um cenário desafiador em toda parte, a secretária municipal de saúde de Cuiabá Ozenira Félix tem encontrado formas para descentralizar a vacinação contra a Covid-19 em mais pontos da cidade com êxito. O fato ajudou na distribuição melhor das pessoas afim de não causar aglomeração e alcançar a todos na vacinação em tempo hábil.

Alex Rodrigues (PP), vereador recém empossado no lugar de Marcrean que saiu de licença em seu primeiro discurso no parlamento elogiou a secretária que flexibilizou lugares de vacinação para alcançar, em cada etapa, toda população e fez questão de parabenizar o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), por permitir o trabalho com autonomia de seus secretários.

“Parabéns a secretária e o prefeito da nossa cidade pelo empenho. Principalmente por ter descentralizado os setores de vacinação. Tínhamos só o Centro de Eventos do Pantanal, mas agora ela ampliou pra mais lugares. Isso é fruto de trabalho e comprometimento da prefeitura de Cuiabá com os cuiabanos”, disse o vereador que também tem um bom trabalho desenvolvido na área social e procura atender casos principalmente de pessoas menos favorecidas em todas as áreas, principalmente despertado atenção à saúde de Cuiabá.

Leia Também:  TJ nega pedido de partido para abrir escolas e comércio

Os pontos de vacinação são:

– Centro de Eventos do Pantanal

– SESI Papa

– Polo na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), somente na modalidade drive-thru para segunda dose dos trabalhadores da saúde. (Inaugurado hoje).

Já na quarta-feira (14), será a vez do SESC Balneário abrir as portas para a campanha, como ponto fixo de vacinação para idosos e trabalhadores da saúde

 

Jornalista: Alex Garcia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA