Política MT

Governo do Estado e Várzea Grande unem esforços para gerar emprego e moradia

Publicados

em

O Governo de Mato Grosso através da MT Participações e Projetos S.A (MT PAR) e a Prefeitura de Várzea Grande irão formalizar parceria para edificações de novos residenciais na segunda maior cidade do Estado através de parcerias.

O prefeito Kalil Baracat recebeu em audiência o presidente do MT PAR, Werner Santos, que reforçou o pedido do governador Mauro Mendes de formalizar parceria com os municípios para a empreitada de novos conjuntos habitacionais, tanto de casas como de apartamentos, dependendo da área e das obras complementares.

A audiência foi acompanhada pelo vereador Denival Rodrigues Galibert, ou Sargento Galibert, que defende a política habitacional para fomentar o desenvolvimento e a qualidade de vida, além do ex-deputado estadual e atual diretor administrativo da entidade, Wagner Ramos e assessores.
O prefeito sinalizou que tem interesse e se possível pretende ampliar a participação da cidade para contemplar os moradores com a dignidade de uma moradia.

“Parcerias para beneficiar Várzea Grande e sua população sempre serão bem vindas e nossa cidade está aberta para vencer as demandas existentes no campo habitacional”, disse Kalil Baracat.

Leia Também:  Presidente da Fecomércio-MT José Wenceslau se reúne com governador para propor melhorias ao setor

O presidente do MT PAR, Werner Santos, frisou, que o interesse do governador Mauro Mendes é atender ao máximo possível os municípios que desejarem formalizar a parceria que envolve o Governo Federal com o Programa Casa Verde e Amarela que substituiu o Minha Casa, Minha Vida e pode contemplar famílias para três rendas estabelecidas, o Governo do Estado com obras de infraestrutura como asfalto, calçadas, meio-fio, sarjetas e os municípios com a área para construir as unidades e as obras complementares como água e energia elétrica. Os equipamentos sociais como Escolas, CMEIs serão executadas em parceria do Estado e do Município.

“Temos interesse urgente em fomentar a geração de emprego e renda e também de garantir a dignidade de um lar para a maioria das famílias com renda de um salário-mínimo até R$ 7 mil mensais, sem descuidar principalmente daqueles com renda mínima e para isto estamos unindo esforços com o Governo do presidente Jair Bolsonaro, Governo Mauro Mendes e com prefeitos interessados em atender as demandas habitacionais de sua população”, disse o presidente MT PAR.

Leia Também:  Diálogo entre delegados mostra revolta por promotor denunciar corrupção

A previsão do Governo Federal é oferecer para o programa um média de R$ 25 bilhões de investimentos anuais do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e R$ 500 milhões do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS, fundo privado, mantido por bancos) e gerar 2,3 milhões de postos de trabalho até 2024, entre diretos, indiretos e induzidos.

Por assessoria de Imprensa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política MT

Max Russi diz que governo agora terá que negociar

Publicados

em

Polido, elegante, acessível, boa praça, mas de bobo e subserviente não tem nada, o novo presidente da ALMT, tem provocado reuniões constantes e mudanças de estratégias do Governo no que diz a suas demandas e encaminhamentos a casa.

A mão dupla terá que ser respeitada, a mesa de negociação muito usada e aquelas votações já contadas como ganhas, ao que parece, não fazem mais parte do script.

Poucos dias depois de sua posse, deputados insurgentes já se posicionam com mais raivosidade, secretários são cobrados com mais veemência e as coisas parecem que terão que ser, a partir de agora, literalmente democráticas nesse trato.

Max, não esconde sua segurança nos discursos, sabe o que quer, pleiteia e é um defensor intransigente do Estado e das ações que lhe tragam progresso e prosperidade, contudo, seu lado mais humanista, conhecido por seu eleitorado, vai também falar mais grosso a partir de agora.

Medidas que são contra funcionalismo, previdenciários e minorias deverão ser tratadas pelo Governo com muito tato, barganhas e atenção especial. Max mantem a elegância mas para se posicionar contrário é daqui pra ali.

Leia Também:  AL aprova prorrogação de auxílio para profissionais da saúde em combate a covid-19

Os bons e calmos tempos de Botelho e sua habitual maneira de botar panos quentes e apaziguar tudo e todos, vem mostrando nos últimos dias que chegaram ao fim.

Deputados animados vêm fazendo barulho, aplaudindo e se reunindo com o novo Presidente de forma reiterada e sistemática como já não se via a tempos.

 

Por Assessoria de Imprensa 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA