.

Política MT

Mato Grosso pode realizar seu próprio censo, após cancelamento do governo federal

Publicados

em

image_pdfimage_print

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) disse na manhã desta segunda-feira (3) que existe a possibilidade de uma proposta em negociação para que Mato Grosso realize seu próprio censo, já que o governo federal não pretende realizar a pesquisa em nível nacional, que acontece me cada 10 anos.

Conforme com a legisladora, os deputados estaduais foram procurados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT) para realizarem uma parceria com uma universidade pública para realizar a pesquisa.

Ainda de acordo com Janaína, a realização do censo estadual permitirá que Mato Grosso ‘saia na frente’ e tenha informações concretas sobre a efetividade das políticas públicas realizadas nos últimos 10 anos.

“O estado de Mato Grosso quer fazer o seu próprio censo, para que nós tenhamos noção da nossa população, da economia, do nosso PIB, desenvolvimento humano, necessidade da nossa população. E é importante inclusive para investimentos, atração de empresas, estímulo e geração de renda e emprego. A Assembleia está preocupada com isso”, disse Janaína Riva.

Leia Também:  Estado ainda acredita que conseguirá comprar vacina russa

Ela revelou ainda que o valor proposto pela Fecomércio para realização da pesquisa é cerca de metade do estimado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). A proposta foi apresentada a Janaína e ao deputado estadual Carlos Avallone.

A deputada irá repassar a proposta ao governador Mauro Mendes (DEM) e ao presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi (PSB). Em reunião com os dois, ela irá defender a necessidade desse investimento para o estado.

 

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Comprometimento da Prefeitura de Cuiabá com a sustentabilidade é reconhecido pelo Pacto Global da ONU

A iniciativa possui cerca de 15 mil signatários e Cuiabá é a 4ª cidade brasileira a fazer parte do grupo

Publicados

em

image_pdfimage_print

Marca registrada da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, as ações de sustentabilidade desenvolvidas pela Prefeitura de Cuiabá foram elogiadas pelo diretor de Projetos do Pacto Global das ONU no Brasil, Marcelo Linguitte. A iniciativa das Nações Unidas possui cerca de 15 mil signatários em todo o mundo e, a partir do momento em que Emanuel assumiu a administração do Município, Cuiabá passou a fazer parte desse grupo.

A fala do diretor ocorreu nesta sexta-feira (14), por meio de vídeo, durante o ato de assinatura do Termo de Adesão ao Programa de Desenvolvimento Integrado (PDI) do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A participação dele foi intermediada pelo gestor de Sustentabilidade de Cuiabá, Alex de Deus. (Clique Aqui e veja o vídeo)

Segundo Linguitte, somente a partir de trabalhos como os realizados pela Prefeitura de Cuiabá é que as cidades podem alcançar níveis maiores de desenvolvimento sustentável e, consequentemente, de qualidade de vida para sua população. O diretor reforçou que a Rede Brasil do pacto está sempre à disposição, oferecendo todas as ferramentas necessárias para que Cuiabá atinja, nos próximos anos, patamares ainda mais elevados.

Leia Também:  Valtenir ocupa o cargo de Bezerra na Câmara por 4 meses

“Parabenizo, particularmente o prefeito Emanuel Pinheiro, pela iniciativa de incorporar no mapa estratégico, no plano plurianual do Município, os objetivos de desenvolvimento sustentável. Apenas dessa forma, com esses objetivo estiveram implantados de forma transversal nas atividades de todas as secretarias é que os níveis maiores de desenvolvimento sustentável e de qualidade de vida para sua população”, disse o diretor.

O Pacto Global é uma iniciativa que fornece diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças comprometidas e inovadoras. Quem integra o grupo também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que fazem parte da Agenda 2030. (Clique Aqui e veja todos os objetivos)

“Somos a 4ª capital brasileira a ser signatária do Pacto Global. Com isso, o planejamento estratégico do Município passa a contar com fatores fundamentais como sustentabilidade, respeito ao meio ambiente, inovação e uma série de outros pontos. São atitudes que o mundo moderno requer para que a nossa prestação de serviço chegue na ponta com qualidade” comentou o prefeito Emanuel Pinheiro.

SUSTENTABILIDADE NA PREFEITURA

Sustentabilidade tem sido palavra-chave em Cuiabá. Em 2017, a Prefeitura de Cuiabá começou a dar passos dentro desse campo que, atualmente, é tendência nas regiões mais desenvolvidas do mundo. Desde então, a gestão tem trabalhado para que cada uma das ações planejadas ganhem efetividade na prática e coloquem a capital mato-grossense como um exemplo a ser seguido.

Leia Também:  Governador sanciona lei que autoriza retorno gradual das aulas em MT

As medidas são trabalhadas em diferentes esferas, abrangendo atitudes simples no ambiente interno dos órgãos municipais, até as consideradas de macro dimensão nas obras executadas pela cidade. Pensando em um trabalho que perdure em longo prazo, o prefeito Emanuel Pinheiro sancionou, 2019, a lei de criação do Plano de Desenvolvimento Sustentável, denominado Programa Cuiabá +300.

O documento fortalece a criação de novas políticas públicas voltadas para a preservação do meio ambiente e ratifica aquelas que já vinham sendo realizadas. Compõem esse grupo, por exemplo, o estímulo às práticas sustentáveis entre os servidores, por meio da adesão da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), a melhoria nos serviços de zeladoria da cidade e a adoção de um conceito de obras que valoriza a execução de projetos ambientalmente corretos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA