.

Política MT

Pinheiro reforça compromisso e anuncia novos projetos de revitalização das praças em Cuiabá

Publicados

em

Emanuel Pinheiro
image_pdfimage_print

Sempre pautado no compromisso de transformar Cuiabá numa cidade cada vez mais humanizada e com qualidade de vida à população, o prefeito Emanuel Pinheiro segue com tratativas de reforma e revitalização das praças. A previsão é de que até o aniversário de Cuiabá, 8 de abril de 2022, as praças Rachid Jaudy e aeronauta Alberto Santos Dumont sejam entregues após ações de  melhorias.

“A criação, reforma ou revitalização desses espaços representa a efetivação de uma política pública que irá refletir na redução de indicadores de criminalidade.

Muitos dos espaços destinados ao lazer na capital, anteriormente a gestão Emanuel Pinheiro, eram verdadeiros lixões. Hoje, servem à comunidade, agregam às famílias. São áreas de lazer que atuam no resgate da cuiabania”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

O projeto de construção e revitalização de espaços de lazer vem sendo realizado desde o ano de 2017 e já resultou em mais de 120 entregas, somando ainda mais dois novos parques públicos. Levando em consideração somente o ano de 2021, Foram 12 equipamentos de lazer inaugurados pelo prefeito Emanuel Pinheiro em seu novo mandato.

Leia Também:  AL altera período de proibição de pesca no Rio Cuiabá

A praça Rachid Jaudy já está com o projeto pronto e já foi encaminhado para a Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos- Limpurb para execução dos trabalhos.

“Estamos trabalhando para entregar o que há de mais moderno e voltado sempre para a questão da sustentabilidade e preservação ambiental. A nossa administração trabalha pelo povo e para o povo”, ponderou Pinheiro.

Nos próximos dias, afiançou o prefeito, já serão colocados os tapumes ao redor da Praça Rachid Jaudy para dar início a mais uma obra de revitalização. “Esse projeto tem um apreço especial da primeira-dama Márcia Pinheiro. Com todo cuidado e pensando em todos os detalhes, a população cuiabana terá orgulho de passar pela avenida Isaac Póvoas e deparar com uma linda praça”, disse.

Além da reforma da praça, lembrou o gestor municipal, a rua que liga a Comandante Costa com a Barão de Melgaço, será transformada num imenso calçadão, valorizando o comércio local e fomentando a geração de emprego e renda. “Estamos ansiosos para entregar mais esse lindo e trabalho, pautado na humanização dos serviços”, comentou Pinheiro.

Leia Também:  Hospital Militar confirma ascensão no estado em reunião com deputado na AL

O projeto arquitetônico da praça Rachid Jaudy irá abrigar atividades turísticas e culturais, com conceito multiuso. Terá iluminação com lâmpadas de LED, fonte luminosa, bancos, árvores, dentre outros atributos. “A praça Rachid Jaudy será referência na capital nesse quesito de espaços públicos, unindo tecnologia e sustentabilidade, sendo essa uma das marcas da gestão”, comentou o secretário municipal de Turismo, Oscarlino Alves. No local existe uma mina de água histórica, a Cacimba do Soldado. A autoria do projeto é do arquiteto Luís Giglio e contribuições de Alex de Deus na questão do conceito de sustentabilidade.

A praça Santos Dumond, o Morro da Luz e a Ilha da Banana também estão na lista de prioridades da gestão Emanuel Pinheiro.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

AL altera período de proibição de pesca no Rio Cuiabá

Publicados

em

image_pdfimage_print

A Assembleia Legislativa aprovou em caráter definitivo na sessão de quarta-feira (16), projeto de lei (PL 755/2021) que altera o prazo de vigência da Lei 11.486/2021 já sancionada pelo governo do estado, que proíbe a pesca e a comercialização de peixes extraídos do Rio Cuiabá. Na proposta aprovada pelas lideranças partidárias, a lei entrará em vigor somente a partir do dia 1º de fevereiro de 2022. A aprovação foi em regime de urgência urgentíssima.

Isso porque a nova redação fixa o prazo de 65 dias para entrar em vigência a Lei 11.486/2021 que passou a produzir efeitos a partir do dia 29 de agosto, conforme sanção do governador Mauro Mendes publicada em Diário Oficial do Estado (DOE). Encerrado o prazo de 65 dias, se inicia a Piracema – período de restrição da pesca que serve para garantir ciclo de vida dos peixes e assegurar a renovação dos estoques pesqueiros para os anos seguintes.

O período de defeso da piracema em Mato Grosso foi definido em maio deste ano pelo Conselho Estadual da Pesca (Cepesca) e valerá de outubro a janeiro de 2022.

Leia Também:  AL altera período de proibição de pesca no Rio Cuiabá

Para o deputado estadual Wilson Santos (PSDB), um dos articuladores da proposta, esse novo prazo vai permitir a Assembleia Legislativa patrocinar debates a respeito de conciliar a atividade pesqueira com a preservação ambiental, evitando assim que as famílias mais pobres sejam impedidas de exercer suas atividades pesqueiras.

“Em período de pandemia, os pescadores mais pobres não podem ser sacrificados. A maioria do Parlamento se mostrou sensível à nossa provocação e aprovou essa dilação de prazo. Essa é uma vitória dos pescadores”, declarou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA