.

Cidades

Por MT, Governo e bancada unificam discurso

Publicados

em

image_pdfimage_print

Em reunião com o governador Pedro Taques e o vice-governador Carlos Fávaro, a bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional anunciou a destinação de R$ 100 milhões à Saúde no Estado. Para garantir a aplicação dos recursos, os deputados federais e senadores inseriram a destinação na parte de emendas impositivas, que tem a execução obrigatória.

Conforme o coordenador da bancada federal de Mato Grosso, deputado Fábio Garcia, a bancada apresentou as emendas de execução obrigatória, num total de R$ 168 milhões, sendo que destes, R$ 100 milhões serão para a Saúde e outros R$ 68 milhões para projetos de regularização fundiária.

Fábio Garcia, destacou que R$ 80 milhões irão para o novo Pronto-Socorro de Cuiabá, obra que tem o Governo de Mato Grosso como o maior financiador. O Estado destina R$ 50 milhões para a construção da unidade. “Com a emenda da bancada, nós temos a garantia de que depois de pronto o hospital será equipado. Nós teremos no próximo ano a mais importante obra de infraestrutura de Saúde Pública em funcionamento, com mais de 300 leitos e atendendo o Estado todo”, disse.

Os outros R$ 20 milhões das emendas impositivas serão discutidas com o Governo do Estado. Nos próximos dias, o secretário de Estado da Casa Civil, Paulo Taques, receberá novamente os parlamentares para definir onde serão alocados os recursos. “O deputado Nilson Leitão apresentou a proposta de investir esse recursos nos sete hospitais regionais”, disse Fábio.

Leia Também:  Servidores da saúde de Barão de Melgaço reúnem com prefeita e podem ter direitos adquiridos

O deputado Nilson Leitão destaca que, se for investido nos hospitais regionais, os recursos beneficiarão o Estado inteiro, uma vez, que a maior parte já contempla a Capital.

O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, falou da importância e afinidade com a bancada federal no esforço de trazer mais recursos para Mato Grosso. “Por determinação do governador, nós vamos fazer reuniões periódicas aqui e em Brasília, alternando o Palácio Paiaguás e o Congresso Nacional”, destacou ele.

Para o secretário, a reunião foi extremamente positiva, uma vez, que mesmo em momento de crise, os parlamentares de Mato Grosso, trazem uma boa notícia para a Saúde e para a questão da regularização fundiária. “Essa reunião foi muito produtiva e eu tenho absoluta convicção que outras virão e serão tão positivas quanto essa”, afirmou.

Ainda sobre Saúde, o senador Wellington Fagundes apresentou sua proposta de federalização do novo hospital Pronto-Socorro de Cuiabá. Para debater o assunto, o parlamentar convidou o Governo de Mato Grosso para participar de uma audiência pública no Senado Federal nesta quarta-feira (14).

Leia Também:  Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

Já o vice-governador, Carlos Fávaro, parabenizou os deputados pela destinação dos recursos. “Os deputados não decidiram sobre as emendas por intenção própria. Na questão da Saúde, fizeram de forma sincronizada com a Secretaria de Saúde para que atendesse de forma direta o cidadão neste momento que Mato Grosso passa. Quero parabenizar o Governo e os parlamentares que trataram desse tema de forma apolítica e apartidária. É assim que Mato Grosso irá superar a crise”.

Regularização fundiária

No encontro, Nilson Leitão afirmou que é muito importante investir na regularização fundiária porque é um dos principais problemas que o Estado enfrenta atualmente. “Mato Grosso é o maior produtor do Brasil em quase tudo, mas não tem a sua situação fundiária regularizada. Com esse recurso, é possível regularizar, fazendo o georeferenciamento e a capacitação”, comentou.

Liberação de recursos

A bancada reafirmou ao governador que tem trabalhado para a liberação de recursos para o Estado. Nesta terça-feira (13.12), por exemplo, votam a medida provisória que libera os quase R$ 400 milhões do Auxílio de Fomento às Exportações. Ainda devem votar neste mês os recursos da repatriação e o projeto que torna a liberação do FEX automática.

Fonte: Folha Max

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Cidades

URGENTE: Asfalto rompe e estrada fica interditada

Publicados

em

image_pdfimage_print

Na estrada que liga Lambari D’ Oeste (318 quilômetros de Cuiabá) a Barra do Bugres um asfalto cedeu deixando a estrada totalmente interditada.

Segundo informações que chegaram agora pouco (14h30) na redação do VOZMT, o asfalto que liga as duas cidades rompeu e os motoristas terão que tomar cuidado para não cometerem acidentes.

O local exato fica na saída de Barra do Bugres (165 quilômetro da capital).

 

Jornalista: Alex Garcia

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Após quase 03 anos da sentença, filho de ex governador de MT começa a cumprir pena.
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA