.

Política MT

Vereador solicita instalação de banheiros públicos na área central de Cuiabá

Publicados

em

Câmara de Cuiabá
image_pdfimage_print
Atendendo à reivindicações da população, que transita pela área central da capital de MT, o vereador Cezinha Nascimento (PSL), solicitou a  implantação de banheiros químicos móveis em praças e locais com grande circulação de pessoas, em Cuiabá, capital de Mato Grosso.
 
De acordo com o texto da reivindicação, protocolada na Câmara Municipal do município, a implantação de banheiros públicos, no momento atual, se tornou um item de extrema necessidade para  proteger a saúde da população.
 
“Diversas pessoas relatam que encontrar um banheiro público no centro de Cuiabá é uma missão quase impossível, e, se antes isso já era um problema sério, atualmente, quando temos que nos preocupar ainda mais com nossa higiene pessoal, por conta dos riscos de transmissão da Covid-19, esse item se tornou indispensável, principalmente, em áreas que possuem um grande fluxo de pessoas tal como é a região central de Cuiabá”, explica o parlamentar.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputado do DEM líder do governo aprova fusão do PSL E DEM
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

AL altera período de proibição de pesca no Rio Cuiabá

Publicados

em

image_pdfimage_print

A Assembleia Legislativa aprovou em caráter definitivo na sessão de quarta-feira (16), projeto de lei (PL 755/2021) que altera o prazo de vigência da Lei 11.486/2021 já sancionada pelo governo do estado, que proíbe a pesca e a comercialização de peixes extraídos do Rio Cuiabá. Na proposta aprovada pelas lideranças partidárias, a lei entrará em vigor somente a partir do dia 1º de fevereiro de 2022. A aprovação foi em regime de urgência urgentíssima.

Isso porque a nova redação fixa o prazo de 65 dias para entrar em vigência a Lei 11.486/2021 que passou a produzir efeitos a partir do dia 29 de agosto, conforme sanção do governador Mauro Mendes publicada em Diário Oficial do Estado (DOE). Encerrado o prazo de 65 dias, se inicia a Piracema – período de restrição da pesca que serve para garantir ciclo de vida dos peixes e assegurar a renovação dos estoques pesqueiros para os anos seguintes.

O período de defeso da piracema em Mato Grosso foi definido em maio deste ano pelo Conselho Estadual da Pesca (Cepesca) e valerá de outubro a janeiro de 2022.

Leia Também:  CPI da Energisa prorroga prazo para entrega do relatório final

Para o deputado estadual Wilson Santos (PSDB), um dos articuladores da proposta, esse novo prazo vai permitir a Assembleia Legislativa patrocinar debates a respeito de conciliar a atividade pesqueira com a preservação ambiental, evitando assim que as famílias mais pobres sejam impedidas de exercer suas atividades pesqueiras.

“Em período de pandemia, os pescadores mais pobres não podem ser sacrificados. A maioria do Parlamento se mostrou sensível à nossa provocação e aprovou essa dilação de prazo. Essa é uma vitória dos pescadores”, declarou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA