Saúde

Brasil registra 485 mortes em 24h; Mudança no sistema impacta número de casos

Publicados

em

image_pdfimage_print


source
Teste para detecção da covid-19
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Teste para detecção da covid-19

O Brasil chegou a 591.440 mortes por covid-19 nesta terça-feira (21). Nas últimas 24h, o país registrou 485 óbitos. A média móvel, que faz um balanço dos últimos sete dias, ficou em 520.

Uma alteração nos critérios do Ministério da Saúde fez com que alguns estados tivessem problemas para relatar o número de casos, e o país fechou o dia com um número negativo: -573. Ao todo, são 21.247.094 desde março de 2020.

O Acre relatou problemas técnicos no acesso à sua base de dados e manteve os números divulgados ontem, assim como a Bahia e o Rio de Janeiro. No Ceará, a Secretária da Saúde informou que “foram feitas alterações que trarão melhorias no processo de consolidação das informações do ItegraSUS”, e que “foram corrigidos alguns processos de extração, tratamento e limpeza na base de dados”, o que pode “influenciar nos quantitativos gerais dos próximos dias”.

Desde o início de junho do ano passado, após uma confusão com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, o Conass informa os dados referentes a pandemia da covid-19. Hoje, por problemas técnicos, o estado do Acre não reportou os números do dia, e manteve o balanço divulgado ontem (19).

De acordo com o Johns Hopkins, 229.423.835 pessoas já se contaminaram com o novo coronavírus. Outras 4.705.822 foram a óbito em todo o mundo. A universidade aponta que 5.960.143.454 doses da vacina já foram aplicadas.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Ministério da Saúde lança edital para contratar mais de 21 mil médicos

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


source
Ministério da Saúde lança edital para contratar 21,5 mil médicos em todo o país
Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Ministério da Saúde lança edital para contratar 21,5 mil médicos em todo o país

O Ministério da Saúde lançou o primeiro edital do Programa Médicos pelo Brasil com mais de 21,5 mil vagas. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União na última sexta-feira. A proposta substitui o antigo Mais Médicos, criado em 2013, durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff.

Os médicos selecionados vão poder atuar em 5.233 municípios brasileiros. De acordo com o ministério, são oferecidos aos participantes formação em medicina de família e comunidade, gratificação para a atuação em áreas remotas e de saúde indígena, além da possibilidade de contratação sob regime CLT. A previsão é que o edital do processo seletivo seja publicado ainda em dezembro.

Leia Também

Em novembro, a pasta informou que os contratos do Mais Médicos ainda continuarão vigentes até “o fim dos prazos estabelecidos”. Lançado em 2019, o Programa Médicos pelo Brasil tem como objetivo de estruturar a carreira médica federal para as regiões remotas e alta vulnerabilidade social. O orçamento previsto para o primeiro ano do programa é de R$ 1,2 bilhão.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA