Saúde

Mais de 20 Polos de Curativos para lesões serão implantados em São Paulo

Publicados

em

image_pdfimage_print


source
Curativo
Reprodução/ Bionext

Curativo


Em uma ação dedicada à saúde dos paulistanos, a Prefeitura de São Paulo vai implantar 26 Polos de Curativos para lesões de maior complexidade nesta quinta-feira (14). As unidades serão dedicadas a casos de úlceras, lesões vasculogênicas e as causadas por doenças raras e pés diabéticos. No evento de lançamento, a gestão também vai apresentar o Manual de Padronização de Curativos e o Protocolo de Feridas.

Os 26 polos abrangem as seis Coordenadorias Regionais de Saúde (Centro, Leste, Norte, Oeste, Sudeste e Sul) e os atendimentos vão acontecer em 13 Hospitais Dia (HDs), seis Assistências Médicas Ambulatoriais de Especialidades (AMAs-Es), três Ambulatórios de Especialidades (AEs) e quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A gestão ressalta que desde 20 de setembro, seis polos-pilotos estão em atividades nos HDs M’Boi Mirim I, Lapa, São Mateus e Brasilândia, no AE Ceci e na UBS Santa Cecília.

Cada uma dessas unidades conta com um enfermeiro estomaterapeuta, área de especialização em feridas, e materiais com tecnologias regeneradoras. “Saímos de dez para 23 tecnologias”, destaca a analista de saúde-enfermeira Christini Aparecida Pernela Di Onofre, que integra a Comissão Especial de Análise e Padronização de Curativos Médicos em Geral da SMS. De acordo com ela, as novas tecnologias utilizadas nos polos aceleram processos de cicatrização e hidratação da pele. 


Através da Secretaria Municipal de Saúde, a prefeitura da cidade investiu cerca de R$ 18,8 milhões em recursos materiais, como curativo carboximetilcelulose com prata (age contra os micro-organismos e absorve secreções), curativo membrana de celulose porosa (indicada para o tratamento de queimaduras) e malha tubular rede têxtil para fixação de curativos. A contratação dos profissionais de saúde ficou a cargo dos parceiros que administram as unidades.

Confira abaixo onde será oferecido o atendimento especializado:

– Coordenadoria Regional Sul:

HD Cidade Ademar

HD M´Boi Mirim I

HD Capela do Socorro

AMA-E Capão Redondo

AMA-E Parque Santo Amaro

UBS Parelheiros

UBS Paraisópolis III

– Coordenadoria Regional Oeste

HD Lapa

HD Butantã

– Coordenadoria Regional Centro

UBS Santa Cecília

UBS Cambuci

– Coordenadoria Regional Sudeste

Leia Também

HD Vila Prudente

Leia Também:  Capital recebe 27 mil doses de vacina de cidades da região metropolitana

HD Penha

HD Mooca

AMA-E Vila Mercês

AE Ceci

– Coordenadoria Regional Norte

AE Peruche

HD Freguesia do Ó/Brasilândia

AMA-E Perus

AMA-E Vila Zatti

HD Vila Guilherme

AE Tucuruvi

– Coordenadoria Regional Leste

HD da Rede Hora Certa – São Mateus

HD São Miguel

AMA-E Itaquera

HD Itaim

Serviço:

Lançamento dos Polos de Curativos, Manual de Padronização de Curativos e Protocolo de Feridas 

Data: 14 de outubro

Horário: 9h

Local: Auditório do 1° andar da Uninove Vergueiro (Rua Vergueiro, 235)

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Rio tem apenas 2,6% dos leitos ocupados por pacientes com Covid-19

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


source
Rio tem apenas 2,6% dos leitos ocupados por pacientes com Covid-19
Macau Photo Agency/Unsplash

Rio tem apenas 2,6% dos leitos ocupados por pacientes com Covid-19

município do Rio tem 2,6% dos leitos hospitalares ocupados com pacientes com Covid-19 neste momento, segundo dados apresentados nesta segunda-feira pelo secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, em reunião do comitê municipal de enfrentamento à pandemia. De acordo com o relatório do encontro, o número total é de 177 leitos. Outro indicador apresentado foi o índice de positividade dos testes para Covid-19 que se mantém abaixo de 5%.

Essa é a nona semana em que o Rio apresenta redução do número de casos e internações por Covid-19, o que coloca a cidade no melhor cenário epidemiológico desde o início da pandemia.

O secretário também apresentou os dados dos testes realizados pelo Centro de Operações de Emergência (COE). De acordo com Soranz, os resultados mostraram que a população acompanhada teve uma taxa de incidência menor do que a incidência de Covid-19 na população carioca em geral, no período. Os dados, segundo ele, demonstra segurança na realização de eventos testes e vacinação associados.

Leia Também:  Como o uso de pílula para tratamento da Covid-19 pode ajudar os hospitais?

O decreto que flexibilizará o uso de máscaras em lugares abertos do Rio deve ser publicado nesta terça-feira. De acordo com dados do Painel Rio Covid-19, controlado pela Secretaria Municipal de Saúde, a capital fluminense encerrou esta segunda-feira com 64,9% das pessoas completamente vacinadas, o que ainda não atinge o patamar de 65% necessário para que o uso da proteção facial em ambientes abertos passe a ser opcional.

A lei estadual que exige o uso do equipamento de proteção nestes espaços continua em vigor. A Secretaria estadual de Saúde aguarda a tramitação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que flexibiliza o uso de máscaras para anunciar as medidas. O projeto está na pauta da casa para ser discutido amanhã. Pode ser que a exigência da proteção seja derrubada.

Leia Também

Leia Também

O secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, considera ideal que o decreto municipal seja publicado no mesmo dia em que o Estado aprovar a medida que dá aos municípios que já atingiram 65% de imunização completa a autonomia de publicar decretos tornando opcional o uso de máscaras em locais abertos.

Leia Também:  Meditação é aliado na redução do estresse e aumento do foco

“Queremos ser bem fieis aos indicadores técnicos e o decreto será publicado quando a meta de 65% de pessoas vacinadas com duas doses ou com dose única for alcançada. Seria bom que essas medidas, estaduais e municipais, casassem, que tivéssemos uma sintonia para não gerar confusões”, afirmou.

No início do dia, a taxa de imunização já estava em 64,4%. A vacinação nesta segunda, no entanto, caminhou lentamente. Soranz afirmou que aproximadamente 230 mil pessoas estão com a segunda dose atrasada.

O decreto, que deve ser publicado amanhã, prevê ainda a liberação do funcionamento de boates e casas noturnas com 50% da capacidade de público. O comprovante de vacinação continua sendo exigido para teatros, cinemas e pontos turísticos da cidade.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA