Variedades

Alec Baldwin foi avisado que arma era segura antes de disparo que matou diretora

Publicados

em

image_pdfimage_print


source
Alec Baldwin foi avisado que arma era segura antes de disparo que matou diretora
Reprodução/IMDB

Alec Baldwin foi avisado que arma era segura antes de disparo que matou diretora


A arma que o ator Alec Baldwin disparou num set de filmagem , na última quinta-feira (21/10), matando a cineasta Halyna Hutchins , foi entregue ao ator por um assistente de direção que garantiu que a pistola era segura, segundo informações presentes num pedido de busca e apreensão. O pedido foi autorizado pela Justiça de Santa Fé, nos EUA, na última sexta-feira. A análise dos equipamentos revelou mais detalhes sobre a morte de Hutchins durante a filmagem do longa-metragem “Rust”.


De acordo com a investigação, o diretor assistente Dave Halls não sabia que a arma usada por Baldwin continha munição de verdade e afirmou ao ator que ela não estava carregada. Na ocasião, ele gritou “arma fria”, segundo o documento judicial.

Além de Hutchins, o diretor Joel Souza, de 48 anos, que estava ao lado dela, foi atingido no ombro, mas sobreviveu. Ele foi levado a um hospital e depois liberado.Além da arma, a roupa que Baldwin usava, e ficou manchada de sangue, também foi levada pela polícia como prova. 

Munições e outras armas cenográficas utilizadas na filmagem foram igualmente apreendidas. Baldwin foi interrogado pela polícia, mas até agora ninguém foi formalmente acusado de algum crime por causa do episódio.

Leia Também:  'Verdades Secretas 2': Angel é drogada por Cristiano e confessa

Peça-chave

Um dos mais famosos atiradores nos EUA, Thell Reed ganhou sua primeira arma como presente de aniversário do pai, aos 7 anos. Desde então, não largou revólveres: aos 13, abateu um urso no Alasca e, em pouco tempo, se tornou um dos principais armeiros, dublês e consultores de Hollywood. Hannah Gutierrez-Reed, filha do homem de 78 anos, sempre desejou seguir caminhos parecidos e igualmente explosivos.

Leia Também

Conhecedora de equipamentos bélicos, ela nasceu e cresceu em meio a pistolas e revólveres — e, neste ano, deu os primeiros passos como armeira profissional dentro da indústria cinematográfica dos EUA, sob influência do pai, figura por trás de títulos como “Los Angeles: cidade proibida” (1997), “Tombstone: a justiça está chegando” (1993) e o recente “Era uma vez em… Hollywood” (2019).

A jovem de apenas 24 anos era responsável pelas armas cenográficas no set do filme “Rust”, em que a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, foi morta por um disparo acidental realizado pelo ator Alec Baldwin. Hannah também havia sido contratada para treinar e orientar o elenco em sequências embaladas por trocas de tiro.

Esse era o segundo trabalho do tipo que Hannah fazia em Hollywood. Meses antes, ela havia assumido o mesmo cargo no set do longa-metragem inédito “The old way”, estrelado pelo ator Nicolas Cage. Para pessoas próximas, a armeira admitia que se preocupava com a inexperiência profissional, apesar de ser conhecedora do assunto.

Leia Também:  Repórter da Record revela luta contra Parkinson aos 43 anos

Em entrevista ao podcast “Voices of the west”, meses antes de começar a rodar “Rust”, Hannah afirmou que quase não aceitou o trabalho em “The wold way”, justamente por sentir que ainda não estava pronta para encarar a função e chefiar uma equipe.

“Foi uma maneira muito legal de começar uma longa carreira, espero. Acabei de trabalhar em ‘The Old Way’, com Nicolas Cage. Essa foi minha primeira vez como armeira chefe. Estava realmente nervosa sobre ser a primeira vez numa função dessa, e quase não aceitei o trabalho porque não tinha certeza se estava pronta, Mas tudo aconteceu de um jeito suave”, contou a profissional, na ocasião.

Na mesma entrevista, Hannah ressaltou que entrou para a carreira devido à influência de seu pai. E frisou que isso não era um problema. “Meu pai me ensinou muita coisa, menos algumas que aprendi o observando ou apenas sabendo como as armas de fogo funcionam”, disse.

A partir do relato de Hannah, a polícia americana espera entender determinados fatos ainda não esclarecidos pela investigação. O acidente fatal aconteceu após Alec Baldwin receber uma arma cenográfica das mãos de um dos diretores assistentes, que garantiu ao ator que aquela era uma “arma fria”, termo utilizado para designar revólveres descarregados.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Variedades

A Fazenda 13: Lidi teria detonado Dayane em áudio: “Ser humano horroroso”

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


source
Lidi Lisboa teria detonado Dayane Mello em áudio
Reprodução/Instagram

Lidi Lisboa teria detonado Dayane Mello em áudio

Lidi Lisboa teria detonado Dayane Mello em um áudio vazado. A atriz e apresentadora entrevistou a modelo na “Live do Eliminado”, após ela deixar “A Fazenda 13” . Durante a conversa, Dayane acabou entrando em mais polêmicas. Ela foi acusada de desmerecer os brasileiros  e também ficou brava quando Lidi disse que ela foi cancelada em dois reality shows.

Segundo o colunista Leo Dias, que teve acesso ao suposto áudio, Lidi gravou a mensagem após sair da entrevista com Dayane e estava muito irritada com o que a modelo falou durante a Live. A atriz teria comentado a fala da ex-peoa sobre os brasileiros e também dito que fico triste ao descobrir “que é possível um ser humano realmente pensar num monte de bobagens”.

“Ela [Dayane] ainda vem falar dos brasileiros […] Por que não ficou na Itália, gente? Se a Itália é tão maravilhosa assim? Por que não ficou lá? Até onde eu sei, ela ficou naquele reality da Itália por conta dos brasileiros, mas daí foram mais afundo e viram assim ‘isso daí não é boa coisa não’. O Rico tem que ver melhor a definição dessa cobra porque tá errado isso aí. Vem para cá pro Brasil e diz que não se sente mais brasileira. Aí, então volta para onde tu veio! Veio caçar o que aqui? Vem dar a cara e mostrar para todo mundo o ser humano horroroso e podre que ela é. Tô tentando alinhar os chacras ainda”, teria falado Lidi.

A atriz também teria falado que o clima ficou pesado quando Dayane entrou no estúdio. Ela teria comentado que a modelo se enrolou muito durante a entrevista e que pediu muito discernimento para poder conduzir a conversa de uma maneira correta. “Eu senti uma energia tão esquisita e tão horrorosa que fiquei com muita pena dela. Ela é horrorosa por dentro, ela é um pão bolorento”, teria dito Lidi.

Leia Também:  Gusttavo Lima tem vida luxuosa com bens que ultrapassam R$ 276 milhões
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA