.

Variedades

Condenado, Roger, do Ultraje a Rigor, irá pagar R$ 100 mil a artista

Publicados

em

image_pdfimage_print


source
Roger foi processado por uma postagem
Reprodução

Roger foi processado por uma postagem

Roger Moreira, vocalista da banda Ultraje a Rigor, foi condenado pela Justiça por R$ 100 mil, que deverá ser corrigido monetariamente, para a artista plástica Adriana Varejão. Segundo o UOL, a desembargadora Geórgia de Carvalho Lima impõe também a divulgação de um texto de retratação.


O texto, se não publicado, é sujeito a multa diária no valor de R$ 200. Roger publicou ofensas contra Adriana no Twitter em 2017, quando ela defendia a permanência da exposição ‘Queermuseu’, em Porto Alegre (RS). 

Na publicação, o músico alterou a foto da artista, que também estava exposta na ocasião. Ele desenhou cruzes nos olhos da artista e um pênis em direção à boca dela, além de escrever sobre os seios de Adriana a palavra “p*ta”.

Leia Também:  Ator do Pedrinho de "Sítio do Picapau" teve dificuldade em cenas de sexo gay

“Nesse contexto, restaram suficientemente demonstradas a conduta ilícita do réu, o dano e o nexo de causalidade, ressaindo, daí, evidente o dever de indenizar”, diz a decisão. Nos stories do Instagram, Adriana Varejão comemorou a decisão da desembargadora, ela disse que o dinheiro recebido será doado a ONGs que atuam na defesa da mulher, arte e minorias. 

“Vitória a favor da liberdade, contra a misoginia e intolerância”, escreveu a artista. Procurado pelo UOL, Roger Moreira ainda não se pronunciou sobre o caso. 

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Variedades

Irmã de Paulo Gustavo se emociona ao liberar galpão usado pelo ator

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


source
Ju Amarel
Reprodução/Instagram

Ju Amaral, irmã de Paulo Gustavo, desmonta galpão em que irmão guardava objetos usados em espetáculos

Juliana Amaral ficou emocionada ao desmontar o galpão onde ficavam guardados os objetos usados pelo irmão, Paulo Gustavo, em espetáculos e programas de TV.

A produtora compartilhou em seu Instagram fotos de alguns dos objetos que foram utilizados nas produções de “Minha Mãe é uma Peça”, “220 Volts” e “Hiperativo”, espetáculos que fizeram sucesso na carreira do a tor, falecido aos 42 anos, vítima da Covid-19 .

“Liberando o galpão e trazendo o mais importante! Minha Mãe é Uma Peça. Saudades, irmão. Brabeira. Te amo, Tatau”, declarou ela nas imagens.

Itens usados por Paulo Gustavo em peças de teatro
Reprodução/Instagram

Itens usados por Paulo Gustavo em peças de teatro

Juliana havia compartilhou, na última semana, foto emocionada declarando a saudade do irmão: ” Tá muito bizarro sem você, irmão! “.

Leia Também:  Ex-BBB João fala sobre ataques: 'Só querem justificativa pra destilar racismo'
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA