Variedades

Marco Pigossi assume namoro com diretor italiano: “Chocando zero pessoas”

Publicados

em

image_pdfimage_print


source
Marco Calvani e Marco Pigossi de mãos dadas na praia
Reprodução/Instagram

Marco Calvani e Marco Pigossi de mãos dadas na praia


Marco Pigossi se assumiu gay. Nesta quinta-feira (25) o galã brasileiro da Netflix postou uma foto de mãos dadas com o diretor italiano Marco Calvani, após passarem algumas semanas trocando mensagens carinhosas pelo Instagram. Mas somente hoje surgiu a primeira foto oficial do casal.

“Grato por isso”, escreveu Calvani na legenda, acompanhado da hashtag #Thanksgiving, por conta da celebração do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos. Na imagem, os dois estão juntos e de mãos dadas em uma praia em Los Angeles, na Califórnia. 


Muitos brasileiros começaram a comentar a foto de Calvani e passaram a questionar Pigossi se ele teria coragem de se assumir publicamente. Ele não pensou duas vezes e repostou a foto do namorado em seus Stories com uma legenda de deboche: “Chocando um total de zero pessoas”.

Leia Também:  Galã da Record deixa a emissora após 13 anos para fazer novela na Globo

Leia Também

Pigossi foi bem acolhido pelos fãs após decidir se assumir publicamente. Várias mensagens positivas foram publicadas no Twitter de pessoas parabenizando o ex-galã da Globo pela coragem de tornar pública sua orientação sexual.

O deboche de Pigossi sobre seu “outing” faz sentido: por diversas vezes ele foi questionado por colegas de profissão mal intencionados sobre suas relações amorosas, justamente para pressioná-lo a sair do armário. Nos bastidores, sua sexualidade nunca foi um segredo para os amigos, mas tornar isso público era algo que não passava por sua mente na época em que trabalhava na Globo.

Como agora ele trabalha na Netflix e seu público ampliou, o medo foi embora. Tanto que basta olhar melhor as publicações anteriores de Calvani para ver que o brasileiro já vinha expondo seu amor publicamente. A coluna deseja felicidades ao casa!


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Variedades

Mila Moreira: atriz se afastou da TV devido à síndrome do pânico

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


source
Morre a atriz Mila Moreira aos 75 anos
Reprodução/Instagram

Morre a atriz Mila Moreira aos 75 anos

Cuidadosa com a saúde, Mila Moreira revelou, nos últimos anos, que lidava com a síndrome do pânico desde a infância. A doença crônica fez com que a atriz, que morreu nesta segunda-feira (6), aos 75 anos , se afastasse, por certos períodos, dos trabalhos na TV. Em determinado momento, a atriz chegou a pesar 48 quilos devido à síndrome.

“Eu menina, com 7, 8 anos de idade, ainda no colégio interno, tinha crises, suava muito, achava que ia morrer. Foi braba a minha infância por causa disso. Sou muito cagona para me matar, mas houve dias em que entrava no avião e queria que ele caísse, de tão cansada que estava”, contou em entrevista para a revista “Época”, em 2016.

“Cheguei a pesar 48 quilos. Só quem passou por isso sabe o que é. Há 30 anos estou medicada, bem, e falo isso com a boca cheia para alertar as pessoas: estou muito mais feliz e leve”, acrescentou.

Leia Também:  Bárbara Zagatta pensa em desistir de proposta para ser musa no carnaval do Rio

Papéis elegantes

Mila Moreira dizia que se incomodava ao ser chamada de ex-modelo. A atriz não pisava numa passarela há mais de quatro décadas, embora tenha iniciado a carreira, aos 14 anos, desfilando em semanas de moda. Na TV, ela ficou conhecida por interpretar mulheres elegantes, ricas e bem vestidas, algo que ela não se importava.

Leia Também

“Sempre faço uma personagem abastada, mas não me incomodo”, afirmou a atriz, em entrevista ao GLOBO em 2016. “Sei fazer a pobre, mas não me deixam. Tenho cara de rica, mas isso eu nunca fui”, disse. 

Mila cresceu perto da Estação da Luz, em São Paulo, onde o pai, o português Sr. Moreira, tinha um hotelzinho para mascates. A mãe, também portuguesa, era dona de casa. A artista foi registrada como Marilda Moreira da Silva. Mas ela nunca gostou do nome de batismo. O novo nome veio do livro “Mila 18”, um romance de Leon Uris.

A entrada na teledramaturgia aconteceu por acaso, depois de substituir às pressas uma jurada no extinto programa do Chacrinha, em 1979. Na ocasião, Mila chamou atenção do autor de novelas Cassiano Gabus Mendes, que a convidou para integrar o elenco de “Marrom glacê” (1979). A atriz participou, em seguida, de quase todos os folhetins do novelista, como “Ti-ti-ti” (1985), “Que rei sou eu?” (1989) e “O mapa da mina” (1993).

Mila Moreira em "Marrom Glacê". Foto: Reprodução/TV Globo

Leia Também:  Galã da Record deixa a emissora após 13 anos para fazer novela na Globo

Mila Moreira em "Que Rei Sou Eu?". Foto: Reprodução/TV Globo

Mila Moreira em "Anjo Mau". Foto: Reprodução/TV Globo

Mila Moreira em "Ti Ti Ti". Foto: Reprodução/TV Globo

Mila Moreira em "Sangue Bom". Foto: Reprodução/TV Globo

Mila Moreira em "A Lei do Amor". Foto: Reprodução/TV Globo


Mila Moreira morreu na madrugada desta segunda-feira (6). A informação foi confirmada pelo Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde ela estava internada. Em nota à imprensa, o o hospital informou que não possui autorização para divulgar mais detalhes e se solidarizou com a família.

O velório da atriz acontecerá nesta segunda-feira, no Cemitério Memorial do Carmo, no Caju, na Zona Norte do Rio. A informação foi publicada pela colunista Patrícia Kogut.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA