Variedades

Sikêra Jr processa âncora da Band após crítica a discurso homofóbico

Publicados

em

image_pdfimage_print


source
Sikêra Jr e Jacson Damasceno
RedeTV e Band

Sikêra Jr e Jacson Damasceno

Sikêra Jr, de 55 anos, abriu um processo contra Jacson Damasceno, apresentador do “Brasil Urgente Rio Grande do Norte”. Nos autos, o contratado da RedeTV! pede indenização de R$ 44 mil por danos morais, além de uma retratação pública transmitida na televisão. O embate na Justiça entre os comunicadores começou após Damasceno defender a comunidade LGTQIAP+ e criticar o discurso homofóbico de Sikêra, no qual o jornalista chamou homossexuais de “raça desgraçada” .

“Além de dinheiro, o que o senhor construiu nesse tempo todo, desde que você explodiu pra cá com as suas palhaçadas que você faz? O que você trouxe de construtivo para o Brasil? De útil para o Brasil? Quem é você comparado a Paulo Gustavo?” Quem é você comparado a Joãozinho Trinta? Quem é você comparado a Clodovil? Quem é você comparado a Cássia Eller? Comparado a Renato Russo? Comparado a Cazuza? E tantos outros gays e lésbicas que orgulham e honram esse país. A sexualidade da pessoa não diferencia em nada, não a diminui em nada. Quem é você pra dizer que uma pessoa é um desgraçado filho do cão? Quem é você, Sikêra Júnior? Se enxergue rapaz, você é um coroão velho, se enxergue, se coloque no seu lugar, respeite seus cabelos brancos, pregue, alguma coisa que preste nesse país”, disse Jacson, durante uma edição de “Brasil Urgente RN”, em crítica a Sikêra.

Leia Também:  New Order transmitirá show ao vivo da Inglaterra na internet

Em documentos da ação, que foram obtidos com exclusividade pelo Natelinha , a defesa de Sikêra Jr justifica o dano moral em “decorrência das informações inverídicas e desrespeitosas” divulgadas por Jacson, além disso, acusa o mesmo de “ridicularizar e agredir moralmente [Sikêra] com tais afirmações”. “Sikêra recebeu acusações injustas e inverídicas através das afirmações divulgadas no Brasil Urgente. Logo, o autor encontra-se injustamente com a imagem abalada, pois o réu busca mostrar o autor como sendo um mau apresentador de televisão, alguém sem caráter”, disse um trecho da petição.

No processo, além da indenização avaliada em R$ 44 mil, Sikêra pede uma retratação de Jacson no “Brasil Urgente” e a publicação da mesma nas redes sociais da emissora. A da Band, que é gerida pela Família Saad, ainda não se pronunciou sobre o assunto. Por conta da abertura do processo, Damasceno foi intimado e deverá comparecer à audiência de conciliação em 20 de outubro, às 09h45.

Leia Também:  "Verdades Secretas 2": Nova Angel? Lara tem padrasto abusivo e sede de vingança
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Variedades

All Time Low se posiciona sobre denúncia de abuso sexual contra guitarrista

Publicados

em

Por

image_pdfimage_print


source
Banda All Time Low reunida
Instagram

Banda All Time Low reunida

A banda americana de pop punk All Time Low divulgou nesta segunda-feira um comunicado negando acusações de má conduta sexual contra os integrantes do grupo. A denúncia foi compartilhada nas redes sociais após uma jovem gravar um vídeo no TikTok denunciando que o guitarrista Jack Barakat teria cometido abuso sexual contra ela quando ainda era menor de idade, aos 13 anos.

“As alegações contra nós são absoluta e inequivocadamente falsas. Quando um vídeo do TikTok ganhou força algumas semanas atrás, aludindo ao comportamento impróprio dentro de nosso grupo, optamos por não responder por causa das inconsistências gritantes na história e a aparente relutância em nos mencionar pelo nome. Sentimos que uma resposta teria elevado e escalado uma mentira descarada e, ao fazer isso, roubaria das vítimas reais de abuso o seu discurso coletivo, que é muito importante”, informou a banda.

No comunicado, o grupo diz ainda que vai buscar a origem das alegações que eles dizem ser falsas e pretende tomar as medidas judicias cabíveis no caso. 

Leia Também:  Gusttavo Lima e Andressa posam em família e fãs exaltam reconciliação

Leia Também

No primeiro video que se tornou viral, a denunicante diz que foi convidada para visitar o ônibus da banda e o comportamente impróprio ocorreu dentro do veículo. No segundo caso, a mulher que não revelou a identidade disse que Barakat a violentou sexualmente durante a turnê do grupo em 2011 e shows subsequentes. Ela alegou que, em 2016, outro membro do All Time Low a testemunhou sendo abusada por Barakat e alegou que a violência continuou até ela completar 21 anos.

Formado em 2003 na cidade americana de Baltimore,  quando os integrantes tinham entre 13 e 14 anos. O quarteto de Jack (guitarra), Alex Gaskarth (vocal e guitarra), Zack Merrick (baixo) e Rian Dawson (bateria) lançou oito álbuns ao longo da carreira. Eles estiveram no Brasil em 2011 e 2015.


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA