.

Voz Pet

Homem é filmado cobrindo cão abandonado com cobertor para protegê-lo do frio

Publicados

em

image_pdfimage_print

Um rapaz foi flagrado ao colocar um pedaço de cobertor sobre um cachorro abandonado para aquecê-lo em uma noite fria. As imagens foram registradas por uma câmera de videomonitoramento e viralizaram nas redes sociais.

No vídeo, é possível ver o homem caminhando pela rua no momento em que o cachorro se encolhe para tentar se proteger do frio. Rapidamente, o rapaz percebe a existência de um pedaço de cobertor jogado sobre o asfalto, pega o tecido e caminha na direção do animal.

Ao ver o rapaz se aproximar, o cachorro começa a abanar o rabo, demonstrando que já havia percebido que o homem tinha boa intenção. Em seguida, o homem cobre o cão com o cobertor. O animal permanece durante todo o vídeo deitado em cima de um tapete em uma calçada. Não há informações sobre a cidade onde o caso aconteceu.

Antes de deixar o local, o rapaz aproveita para fazer carinho no cachorro, que continua abanando o rabo em agradecimento ao gesto de compaixão. Confira o vídeo abaixo.

Tocador de vídeo

‘É simples, mas para eles vale muito’

Em Guarujá, no litoral do estado de São Paulo, um caso semelhante foi registrado. Mauro Claro de Oliveira, de 36 anos, não consegue ficar de braços cruzados diante do sofrimento dos animais que lutam para sobreviver aos dias frios que tornam a vida nas ruas ainda mais difícil. Morador do bairro Vila Edna, o protetor de animais já ajudou dezenas de cães.

Há três anos, após resgatar um animal ferido, o rapaz pediu ajuda a veterinários, mas não conseguiu o que buscava e, então, decidiu fazer uma publicação nas redes sociais. O apelo comoveu internautas que doaram remédios, ração e outros itens, possibilitando os cuidados necessários ao animal. Desde então, Oliveira realiza ações semelhantes para conseguir ajuda para cães em situação de rua.

Foto: Arquivo Pessoal

Aos finais de semana e uma vez durante a semana, Oliveira distribui ração para os animais de bairros vizinhos ao seu. Em sua casa, cinco cães – sendo quatro resgatados das ruas – são tutelados pelo rapaz, que também auxilia os animais abandonados ao prover tratamento veterinário quando necessário.

Leia Também:  Cachorro invade partida esportiva para 'roubar' bola de jogadoras

Preocupado com a chegada do inverno, Oliveira arrecadou cobertores para aquecer os cães que encontrou encolhidos no chão lutando para se proteger do frio. “É muito gratificante, fico feliz em poder ajudar. Não tem preço você chegar com a ração e o cobertor e ver os cães abanando o rabo de felicidade. É muito simples, eu sei, mas para eles é muito importante, eles já até me reconhecem de longe quando chego”, afirmou ao G1.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Voz Pet

Ao invés de caçar rato, gatinho compartilha seu potinho de água com roedor

Publicados

em

image_pdfimage_print

Recentemente, Benjamín Sagredo que reside na cidade de Punta Arenas, no Chile descobriu a amizade inusitada que o seu gatinho, chamado Simon, anda fazendo. O pequeno, de predador se tornou defensor, tornando-se camarada dos ratinhos.

A amizade é um sentimento de afeição e simpatia e parece que Simon desenvolveu esse carinho pelos roedores.

A função do gatinho era manter a casa livre ‘dessas pragas’, e assim o fez, mas ao invés de correr atrás para exterminá-los, trouxe-os para perto de si alimentando-os.

Benjamin não imaginava que algo semelhante pudesse acontecer, até que começou a perceber movimentos incomuns pela casa, como ouvir barulhos estranhos vindo da cozinha. Mas como os sons eram baixos e ocasionais, não dava muita importância.

“Não sabíamos o que era”, disse Benjamín ao The Dodo. “Nós tínhamos visto Simon brincando com algo debaixo de uma poltrona uma vez, mas não pensamos muito nisso.”

Foi então que certa manhã, o chileno entrou no ambiente e se deu de cara com uma cena surpreendente. O pretinho bebendo água em sua tigela na companhia de um rato. Socorro!

Leia Também:  Cachorro invade partida esportiva para 'roubar' bola de jogadoras

“Eles pareciam muito próximos. Simon estava sendo afetuoso”, disse Benjamín. “Decidi gravar. Achei que ninguém iria acreditar em mim”.

O homem ficou admirado com a cena, e não é para menos, mas respeitou a amizade e permitiu a presença do novo amigo do bichano. O que os pais não fazem pelos filhos?!

“Tive pena do ratinho. Eu não poderia sonhar em machucá-lo”, disse Sagredo. “Eu o chamei de Chefcito”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

VÍDEO INSTITUCIONAL

Beth`s Grill Restaurante

VÍDEO INSTITUCIONAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

MUNICÍPIOS

MAIS LIDAS DA SEMANA